São Paulo (SP)

Sexta, 19 de setembro de 2008, 09h12 Atualizada às 09h12

SP: Justiça suspende propaganda da Sabesp

  • Notícias

A Justiça Eleitoral de São Paulo determinou a suspensão da propaganda de rádio da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), por acreditar que a propaganda afeta a igualdade de oportunidades entre os candidatos. No comercial, a Sabesp faz menção às parcerias existentes entre a prefeitura de São Paulo e o governo do Estado. Cabe recurso ao Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP).

A suspensão foi pedida pela candidata Marta Suplicy. Na decisão, juiz titular da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, Marco Antonio Martin Vargas, afirma que a propaganda enfatiza a parceria entre os governos, o que não seria permitido.

"os indícios de vedação da propaganda estão presentes na medida em que a publicidade veiculada traça o destaque da parceria existente entre o Governo do Estado e a Prefeitura de São Paulo", afirmou o juiz.

A legislação eleitoral proíbe aos agentes públicos condutas que possam afetar a igualdade de oportunidade entre os candidatos.


Redação Terra