São Paulo (SP)

Quinta, 18 de setembro de 2008, 18h09 Atualizada às 19h10

SP: Kassab diz que não fez elogios a Maluf

  • Notícias

O candidato à prefeitura de São Paulo Gilberto Kassab (DEM) em um bar na zona oeste de São Paulo
O candidato à prefeitura de São Paulo Gilberto Kassab (DEM) em um bar na zona oeste de São Paulo
Luiz de França/Especial para Terra

Luiz de França
Direto de São Paulo

O atual prefeito de São Paulo e candidato a reeleição, Gilberto Kassab (DEM), negou que tenha feito elogios ao ex-prefeito Paulo Maluf (PP) durante a sabatina do jornal A Folha de São Paulo. "Eu não fiz elogios. Foi me perguntado se a gestão dele havia sido aprovada e na época, o Instituto Datafolha deu uma avaliação para ele muito expressiva. Foi disso que eu me recordei", comentou Kassab.

O democrata disse hoje que apoiou Maluf em 1992 porque acreditava que ele fosse melhor que o senador Eduardo Suplicy (PT) à época. "Maluf era mais bem preparado do que o senador Suplicy", disse.

Kassab falou que, se pudesse voltar no tempo, não votaria novamente no ex-prefeito Celso Pitta, de quem foi secretário. Ele disse que, hoje, Pitta é aliado do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB).

O candidato preferiu não comentar a representação feita por alguns integrantes do PSDB pedindo a saída do tucano Walter Feldman do partido. Ele faz parte da administração democrata e apóia abertamente a reeleição de Kassab, apesar de seu partido ter candidato próprio. "São problemas internos do PSDB que serão superados".

As declarações de Kassab foram de feitas após a inspeção na Assistência Médica Ambulatorial (AMA) Parque Maria Domitilia, no bairro de Pirituba, na zona oeste da capital paulista. Um pouco antes, ele havia feito uma caminhada no comercio local na região.


Especial para Terra