Piauí

Terça, 16 de setembro de 2008, 13h31 Atualizada às 17h26

Falta de luz é motivo de acusações no Piauí

  • Notícias

Carlos Rocha
Direto de Teresina

A falta de energia durante um comício na cidade de Barras, a 109 km ao norte de Teresina, virou motivo de desavenças entre os candidatos à prefeitura Joaquim Lucas (PTB) e Manin Rêgo (PMDB), que tenta a reeleição.

Um atribui ao outro a responsabilidade por uma sabotagem na rede de energia da cidade, para prejudicar as campanhas eleitorais. De acordo com Joaquim Lucas, havia uma preparação para um comício de sua coligação quando houve a queda de energia.

Joaquim Lucas atribui a queda de energia a uma sabotagem feita por seu principal adversário na disputa pela prefeitura de Barras, Manin Rêgo.

"Nós estranhamos o fato de que nossos adversários faziam um comício ao mesmo tempo e eles portavam um gerador de alta potência da prefeitura. Eles estavam prevendo alguma coisa", acusou o candidato do PTB.

Segundo o candidato, a sabotagem foi confirmada por um funcionário da Companhia Energética do Piauí (Cepisa) no município.

"Hoje pela manhã o responsável técnico pela Cepisa em Barras nos informou que estava registrando um boletim de ocorrência porque, de fato, foi uma sabotagem. Um poste foi amarrado a um cabo de aço e puxado por um carro, ficando praticamente no chão", ressaltou.

Manin Rêgo negou as acusações. Ele afirma que se a sabotagem aconteceu foi encomendada por partidários de Joaquim Lucas. "Foram eles que distribuíram velas às cinco da tarde. Então sabiam que alguma coisa ia acontecer", disse o prefeito.


Redação Terra