Teresina (PI)

Segunda, 8 de setembro de 2008, 13h22 Atualizada às 13h35

Teresina: PSDB é autorizado a usar imagem de Lula

  • Notícias

Yala Sena
Direto de Teresina

O juiz Pedro de Alcântara Macedo, da 63ª Zona Eleitoral de Teresina (PI), autorizou o candidato à reeleição a prefeito Sílvio Mendes (PSDB) a usar a imagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do governador petista Wellington Dias no programa eleitoral.

» Comitê busca nomes contra ficha-suja
» Ibope: Sílvio Mendes lidera com 67% em Teresina
» Teresina é proibida de distribuir material
» vc repórter: mande fotos e notícias

Em agosto, o mesmo juiz vetou a utilização das imagens dos petistas no primeiro programa eleitoral do PSDB. A gravação mostrava Lula com o prefeito Sílvio Mendes durante a inauguração do Hospital de Urgência de Teresina. Contudo, o juiz reviu a decisão e autorizou as imagens.

Na sentença, o juiz acolheu a argumentação de que nas inserções veiculadas, Lula e Wellington aparecem em solenidades administrativas nas funções de gestores públicos. "Nas imagens não há qualquer menção de apoio político do presidente ou do governador, que aparecem no programa apenas para demonstrar o bom relacionamento que o Sílvio mantém com as demais esferas governamentais", defendeu Geórgia Nunes, advogada do PSDB.

No entanto, após receber a decisão do juiz, o prefeito comunicou à coordenação de campanha que não utilizará mais a imagem de Lula e nem do governador Wellington Dias durante a campanha.

Mendes afirmou que tanto o presidente como o governador são parceiros do ponto de vista administrativo. "Quando utilizamos as imagens do governador e do presidente no nosso programa tínhamos como objetivo demonstrar nosso agradecimento pela atenção especial que eles têm por Teresina. A meta de todo gestor público é trabalhar pela cidade que o elegeu, e é isso que tenho feito independente de política partidária", disse Sílvio.

O advogado do PT, Alexandre Nogueira, informou que irá recorrer da decisão. No Piauí, o PT, do candidato Nazareno Fonteles, vem impetrando ações contra adversários que utilizam Lula e o governador como "padrinhos" de campanha. Na última pesquisa Ibope, divulgada no último 15 de agosto, Fonteles era o segundo candidato em intenções de voto, com 15%. Mendes liderava com 67%.


Redação Terra