Boa Vista (RR)

Quinta, 4 de setembro de 2008, 22h56 Atualizada às 00h49

RR: juiz manda tirar propagandas de Luciano e Iradílson

  • Notícias

Rebeca Lopes
Direto de Boa Vista

A Justiça Eleitoral notificou na tarde de ontem os candidatos a prefeito de Boa Vista (RR) Iradilson Sampaio (PSB), que concorre à reeleição, e o deputado federal Luciano Castro (PR). Eles devem retirar do horário eleitoral da televisão imagens do governador de Roraima, Ancheita Júnior (PSDB). As decisões do juiz da 5ª Zona Eleitoral de Boa Vista, Paulo Cézar Dias Menezes, atendem a pedidos das duas coligações.

O candidato Luciano Castro, da coligação Boa Vista Feliz, entrou com representação eleitoral alegando que Iraldison veiculou imagens do governador no seu programa. O juiz acatou o pedido do deputado federal com base no artigo 54 da Lei 9.504/97, que condena a aparição indevida de filiado de agremiação partidária adversária. Em caso de descumprimento, a campanha de Iraldison está sujeita à multa diária de R$ 20 mil.

Por sua vez, Luciano Castro foi notificado porque abriu seu horário eleitoral de quarta-feira com um discurso de crítica do governador ao prefeito Iraldison por ter usado sua imagem. Ancheita Júnior afirmou ainda que iria entrar na Justiça por danos morais.

A defesa do candidato à reeleição protocolou pedido de direito de resposta e a suspensão da exibição do trecho em que o governador aparece. O juiz aceitou o pedido. Em caso de descumprimento, a campanha de Luciano Castro também estará sujeita à multa diária de R$ 20 mil.

Defesa
O advogado da coligação de Luciano Castro, Edson Martins, afirmou que a intenção ao levar ao ar o depoimento do governador era deixar claro para a população a quem realmente ele estava apoiando. "Se coloca governador no programa dele (Iradilson), passa uma dúvida para a população de quem realmente o governador está apoiando", disse.

A reportagem procurou o advogado da coligação de Iraldison, Maryvaldo Bassal Freire, mas não conseguiu contato. A assessoria de imprensa do PSB informou que, por desconhecer o teor da ação, não poderia comentar o assunto.


Especial para Terra