Boa Vista (RR)

Sexta, 22 de agosto de 2008, 18h04

RR: Justiça proíbe candidata de pedir votos para prefeito

  • Notícias

Rebeca Lopes
Direto de Boa Vista

Uma liminar concedida pelo juiz da 5ª zona eleitoral, Paulo Cezar Dias Menezes, nesta sexta-feira, proibiu o trecho da propaganda eleitoral no rádio, da candidata à vereadora Maria Cândida Guimarães Machado (PDT), no qual ela pedia votos para o candidato à reeleição, prefeito Iradilson Sampaio, do Partido Socialista Brasileiro.

» vc repórter: mande fotos e notícias

Pela Resolução 22.718/08, do Tribunal Superior Eleitoral, que trata de propaganda eleitoral e das condutas vedadas aos agentes públicos em campanha eleitoral nas eleições de 2008, é proibido aos candidatos proporcionais pedirem votos para os da majoritária, ou seja, vereadores não podem pedir voto para prefeito.

A propaganda considerada irregular foi veiculada na última quinta-feira por volta das 18h40. Representantes da coligação Boa Vista Feliz (PR, DEM, PSDB, PCdoB, PMN, PRP, PTdoB, PSC, PTN, PRTB, PRB), encabeçada pelo deputado federal e candidato à prefeitura Luciano Castro (PR), protocolaram a representação na 5ª zona eleitoral, que é responsável pelas propagandas eleitorais e investigação judicial na capital.

Com decisão foram enviadas notificações para a Rádio Tropical de Comunicações, emissora geradora dos programas, e para a coligação Boa Vista de Todos Nós (PSB, PMDB, PV, PP, PHS, PDT, PTC e PT) da candidata que pediu votos.

O advogado da coligação do qual a vereadora faz parte, Maryvaldo Bassal Freire, disse que ainda não tinha tomado ciência da ordem judicial, mas que decisão judicial é feita para ser cumprida e para recorrer. "O julgamento do colegiado é diferente do pensamento monocrático", disse.


Especial para Terra