Aracajú (SE)

Sexta, 22 de agosto de 2008, 14h24 Atualizada às 14h28

SE: PSTU mantém programa questionado por senador

  • Notícias

Cassia Santana
Direto de Aracaju

Apesar da ação movida pelo senador Almeida Lima, candidato do PMDB à prefeitura de Aracaju, o PSTU manteve o mesmo conteúdo do primeiro programa eleitoral exibido nas emissoras de TV em Sergipe. O texto foi mantido no programa eleitoral exibido nesta tarde.

» SE: ofendido com programa, senador vai à Justiça
» Candidato à reeleição possui maior tempo em TV
» vc repórter: mande fotos e notícias

Almeida Lima sentiu-se ofendido com a postura da candidata do PSTU, Vera Lúcia, que o classificou como "defensor de corruptos", numa alusão à defesa feita por Almeida Lima em favor do senador Renan Calheiros, acusado de ter contas pessoais pagas por empresários, e do ex-deputado Roberto Jefferson, cassado por suposto envolvimento no esquema do mensalão. O texto foi mantido no programa eleitoral exibido nesta tarde.

O PCB também manteve o mesmo conteúdo do primeiro programa, enquanto o programa de Almeida Lima, o primeiro a ser veiculado nesta tarde, exibiu novo conteúdo com depoimento do deputado federal Michel Temer, presidente nacional do PMDB, em apoio à candidatura do senador.

O programa também exibiu imagens de locais da cidade onde não há saneamento básico e explorou a epidemia de dengue ocorrida no primeiro semestre deste ano, que notificou 32.395 casos e matou 45 pessoas no Estado, sendo 15 óbitos na capital.

O programa eleitoral do PCdoB foi voltado para a apresentação do prefeito Edvaldo Nogueira, destacando sua militância estudantil e política, com imagens de antigas campanhas partidárias ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do governador Marcelo Déda, de sindicalistas e estudantes em manifestações realizadas no Estado contra o regime militar, além de novamente destacar as obras realizadas no município nos últimos dois anos.

Já Mendonça Prado, candidato do DEM, tomou a maior parte do programa defendendo propostas para a política pública de saúde. Ele criticou a situação dos hospitais públicos, que ele classificou de precários postos de atendimento, e apareceu ao lado da senadora Maria do Carmo Alves, sua sogra, internada num hospital em São Paulo, recuperando-se de uma cirurgia para retirada de um nódulo na meninge.

O programa também explorou a história política do vice, Pedrinho Valadares, narrada por ele próprio. Pedrinho é suplente de deputado federal e está exercendo mandato em substituição a Jerônimo Reis, que pediu afastamento da Câmara para tratar de assuntos pessoais.


Especial para Terra