João Pessoa (PB)

Terça, 19 de agosto de 2008, 19h10 Atualizada às 19h55

PB: vereadores deporão sobre suposta compra de votos

  • Notícias

O juiz Aluízio Bezerra, da 64ª zona eleitoral de João Pessoa, confirmou que todos os vereadores de João Pessoa serão intimados a depor na Polícia Federal. Eles serão interrogados pelo delegado Derly Pereira Brasileiro que investiga a suposta compra de votos na Câmara Municipal da cidade.

» PE: preso candidato suspeito de distribuir gasolina
» vc repórter: mande fotos e notícias

A investigação começou quando os parlamentares Tavinho (PTB), Marconi Paiva (PP) e Geraldo Amorim (PDT) declararam, para um jornal, o assédio de líderes comunitários e cabos eleitorais que estariam vendendo os votos dos moradores de suas comunidades em troca de dinheiro. Com isso, o juiz Aluízio encaminhou a denúncia para a Polícia Federal.

"No interrogatório os vereadores Marconi e Geraldo negaram o caso, mas Tavinho apresentou provas sobre o assunto. Em razão disso, o delegado requereu abertura de inquérito e eu deferi", disse o magistrado.

Ele explica ainda que a compra e venda de votos se constitui crime eleitoral, com pena que vai até quatro anos de prisão e multa. Já os políticos podem ter os mandatos cassados.


Redação Terra