Palmas (TO)

Sexta, 15 de agosto de 2008, 14h23 Atualizada às 14h23

Palmas: candidatos fazem o primeiro debate

  • Notícias

Chico Assis
Direto de Palmas

A Universidade Federal do Tocantins realizou, na noite de ontem, o primeiro debate com os candidatos à prefeitura de Palmas. Getúlio Vargas (PT do B), Marcelo Lelis (PV), Nilmar Ruiz (DEM), Raúl Filho (PT) e Tasso Antônio Cavalcante (PMN) falaram com o auditório lotado. Cada um expôs parte de seu plano de governo aos estudantes da capital. O debate durou cerca de 2 horas.

» Palmas impõe limites contra a poluição sonora
» Candidatos de Palmas arrecadaram R$ 288,6 mil
» Palmas terá 5 candidatos; 3 optam por alianças
» vc repórter: mande fotos e notícias

"A idéia é melhorar as condições de educação, melhorar as condições de moradia, principalmente. É a grande reivindicação desse corpo docente", comentou Getúlio Vargas, que briga pela prefeitura da capital tocantinense pelo PT do B.

Marcelo Lelis, do PV, falou no que pretende fazer para o corpo docente da instituição: "Queremos melhorar o restaurante universitário que atenderá a Universidade Federal do Tocantins e as outras universidades. Quanto aos professores, o compromisso fica feito para a criação de uma área para que possam se estabelecer" afirmou.

A ex-prefeita de Palmas, Nilmar Ruiz, do DEM, relembrou um velho sonho de governo: "Nós temos a cidade universitária, que é o nosso sonho desde 2004, com a criação de atividades de esporte, lazer e internet grátis para os estudantes", disse.

Já o atual prefeito de Palmas e candidato à reeleição, Raul Filho, do Partido dos Trabalhadores, pensou na continuidade do trabalho: "Temos o compromisso da criação da Fundação Universitária de Palmas que será criada em nosso primeiro ano de governo, para aqueles jovens que têm mais dificuldade possam ter o direito de uma universidade gratuita".

Tasso Antônio Cavalcante falou em mercado de trabalho: "É emprego, é trabalho. Então esse será o nosso ponto principal, conseguir um espaço de trabalho para quem está terminando a faculdade ou para quem está fazendo um curso técnico ou de especialização", disse.

O debate, dividido em cinco blocos, permitiu aos candidatos apresentar suas propostas, fazer perguntas aos concorrentes e responder questionamentos dos estudantes.

A discussão mexeu com a platéia, formada por universitários, professores e militantes dos partidos e coligações. Por algumas vezes o debate teve que ser interrompido para acalmar os ânimos das torcidas.


Especial para Terra