inclusão de arquivo javascript

Você Sabia?

 
 

Por que o rabo da lagartixa cresce depois de cair?

Uma lagartixa sem a cauda não é algo que se possa ver regularmente. Mas a maioria das pessoas já ouviu dizer que "se a lagartixa perde o rabo, ele cresce de novo". Como explica o biólogo do zoológico de São Paulo, Guilherme Domenichelli, a lagartixa pode perder a cauda, ou rabo, de propósito.

» A zebra é branca com listras pretas ou o contrário?
» Por que a orca é conhecida como baleia assassina?
» Leia mais sobre Mundo Animal

O biólogo informa que a lagartixa, assim como a grande maioria dos lagartos, têm a capacidade de soltar o rabo como mecanismo de defesa contra o ataque de seus predadores. "A cauda cai e fica se mexendo por alguns segundos para chamar a atenção do predador. Enquanto isso, o animal tenta se salvar do perigo, escapando para algum refúgio em que não possa mais ser visto", afirma.

Essa capacidade é chamada de autotomia caudal e ocorre em outros animais, como insetos, crustáceos e répteis. "Após algum tempo, dependendo da espécie, a cauda passa por um processo de regeneração e cresce novamente, mas nunca mais ficará do tamanho original", diz Domenichelli. O interior do membro não será mais feito de osso e terá um outro tipo de tecido cartilaginoso.

Segundo o biólogo, "o animal poderá utilizar a técnica novamente, mas a cada autotomia, o rabo da lagartixa ficará cada vez mais curto".

Em alguns dos ossos que formam a cauda existe um ponto onde ocorre o desprendimento natural, ou seja, caso a lagartixa faça uma força neste local, o rabo se parte instantaneamente e se solta. De acordo com o especialista, se alguém resolver cortar o rabo da lagartixa, a regeneração dependerá da região do corte. "A cauda tem um ponto de quebra definido. Se não for cortada nesse local, não haverá a regeneração e o animal terá que viver sem a cauda", explica. No caso de ser apenas puxado, o rabo se partirá naturalmente no ponto de quebra.

Ainda que seja um eficiente mecanismo de defesa, Domenichelli garante que a estratégia da lagartixa nem sempre funciona. "É claro que muitas vezes ela não consegue passar seus predadores para trás e acaba sendo abatida".

Melhor amiga do homem
Segundo Guilherme Domenichelli, apesar de ter uma aparência estranha, a lagartixa é injustamente considerada por muitos como um animal transmissor de doenças. "Essa espécie não transmite doença nenhuma e é uma lenda quando dizem que ela passa cobreiro para as pessoas".

Inclusive, destaca o biólogo, a lagartixa se torna uma grande amiga do homem ao ser "uma grande predadora dos filhotes de baratas e outros insetos que realmente podem transmitir doenças".

Perfil
A lagartixa gosta de lugares mais quentes porque não consegue manter a temperatura em seu corpo, que é sempre igual à do ambiente

. Com hábito noturno, a espécie possui as pupilas em forma de fenda de forma que possa se locomover bastante e captar toda a luz do local onde está para caçar insetos perto das janelas das casas ou apartamentos.

As lagartixas procuram frestas nas paredes das residências, onde ficam durante o dia e também colocam seus ovos. A maior espécie, que habita o sul da Ásia, pode chegar a 25 cm de comprimento.

Você tem perguntas sobre algo curioso ou inusitado? Então participe do Você Sabia?. Clique aqui e envie já a sua pergunta.

Redação Terra