Você Sabia?

 
 

Notícias » Educação » Você sabia? » Você sabia?

 Como surgiu o cigarro?

Consumido há mais de três mil anos, o tabaco não pegou no início. Saiba o motivo. Foto: Getty Images

Consumido há mais de três mil anos, o tabaco não pegou no início. Saiba o motivo
Foto: Getty Images

Apesar de o tabaco já ser conhecido na América há mais de três mil anos e ter sido levado para a Europa com os primeiros navegadores, consumi-lo em forma de cigarro tornou-se hábito apenas na segunda metade do século XIX.

» Desde quando os mortos são enterrados?
» Qual é a cidade mais antiga?
» Onde ficava a casa-da-mãe-Joana?

Desfiar o fumo de corda e enrolar em forma de cigarro era costume entre os navegadores portugueses. No entanto, o cigarro não pegou de início: nos primeiros três séculos após o descobrimento da América - e do fumo -, a moda era mesmo fumar cachimbos e charutos, além de aspirar rapé.

A primeira fábrica de cigarros no Brasil começou em 1874, com o português José Francisco Correia, no Rio de Janeiro. Mas no século XX é que a indústria dos cigarros ganhou vigor no Brasil: foram desenvolvidos dois tipos de fábricas - as que desfiavam o fumo e as que o beneficiavam para exportação. Em 1900, o Brasil tinha fábricas em São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Ceará, Sergipe e Maranhão.

Na fabricação moderna do cigarro, lâminas e talos das folhas de fumo passam por cilindros onde recebe água e vapor, misturado em diferentes proporções e acrescido de substâncias para dar sabor. Em seguida, a mistura recebe essências, resultando no fumo desfiado.

Nas máquinas de fazer cigarros, até 16 mil são produzidos por minuto e colocados em carteiras envolvidas em películas de polipropileno. A partir daí, é embalado e levado ao consumidor.

Esta pergunta foi enviada pela internauta Marcia Lima. Clique aqui e envie já a sua.

Redação Terra