Você Sabia?

 
 

Notícias » Educação » Você sabia? » Ciência » Ciência

 Como as lagartixas "grudam" na parede?

Elas sobem e descem as paredes das nossas casas com facilidade. Atrás de insetos como moscas e mosquitos para se alimentar, as lagartixas andam até mesmo no teto, sem cair. Mas como conseguem?

» Por que aranhas encolhem
as pernas quando morrem?

» Por que cães cheiram
o rabo uns dos outros?

O professor Carlos Frederico Duarte da Rocha, do Instituto de Biologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, explica que o segredo não está em ventosas ou substâncias adesivas, mas numa força de atração que se dá entre os dedos do animal e a superfície.

Atrás de cada dedo há placas, dispostas umas sobre as outras, formando pequenas almofadas adesivas, diz ele. Cada placa é coberta por mais de milhares de cerdas, subdivididas em partes finíssimas, invisíveis ao olho nu. Assim como duas gotas de água muito próximas tendem a se juntar, a proximidade das cerdas com superfícies como a parede mantém o animal "grudado".

"Mesmo que a parede seja rugosa, cada fio das cerdas de suas patas arruma um jeito de ficar bem colado à superfície. Como há milhões dessas cerdas, há milhões de pequenas forças de atração agindo juntas", ressalta o professor. Ele explica ainda que, para aumentar o poder de adesão, as lagartixas bloqueiam uma rede de vasos sangüíneos que estão ligados aos pés.

"Ela pode fechar um reservatório de sangue que possui abaixo dos ossos dos dedos. Quando ela pressiona esse osso, ele comprime os vasos que estão bloqueados. As veias então se expandem e apertam as almofadas dos pés do animal contra a parede, melhorando ainda mais suas escaladas".

Esta pergunta foi enviada pela internauta Flávia Ruella. Clique aqui e envie já a sua.

Redação Terra