Você Sabia?

Notícias » Educação » Você sabia? » Ciência » Ciência

 Por que sentimos um choque ao bater o cotovelo?

Comentários
 

Um momento inoportuno, um simples descuido e aquela batidinha no cotovelo pode se transformar em uma dor insuportável que mais se parece com um choque. Mas, afinal, por que uma pancada tão leviana é capaz de causar uma espécie de descarga elétrica no braço?

» Espirro "pra dentro" pode fazer mal?
» Um pum pode pegar fogo?
» Chiclete gruda no estômago?
» Veja mais dúvidas de corpo humano

O traumatologista e ortopedista Osvaldo André Serafini, do Hospital São Lucas, ligado à Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), explica que a batida acontece na maioria das vezes na região interna do cotovelo, onde geralmente nos apoiamos. "Quando ocorre, o nervo chamado de ulnar produz uma descarga elétrica que é sentida no quarto e quinto dedo da mão, como se a gente ligasse uma tomada e acendesse a luz", informa.

De acordo com o especialista, o ulnar está localizado em uma zona superficial sem músculos de proteção e suscetível à batidas, tendo sobre ele somente tecidos subcutâneos e a pele. "Por isso que a dor ganha maiores proporções na região e o tradicional 'amor de sogra' causa tamanho horror", brinca o traumatologista.

Para completar, Serafini lembrou que a parestesia - sensações cutâneas subjetivas, como frio, calor e formigamento - é outro fator que provoca o choque. "A parestesia seria a permanência da compressão no nervo que faz com que a ponta do dedo adormeça, diminuindo a sensabilidade da mão", finaliza.

Portanto, cuide-se bem ao apoiar o corpo sobre a mesa porque ninguém está livre do temido choque no cotovelo.

Esta pergunta foi enviada pelo internauta Bruno Kundari. Você tem perguntas sobre algo curioso ou inusitado? Então participe do Você Sabia?. Clique aqui e envie já a sua pergunta.

Redação Terra