Você Sabia?

Notícias » Educação » Você sabia? » Ciência » Ciência

 Por que a aranha não fica presa em sua teia?

Comentários
 
De boba a aranha não tem nada: a cola em que ficam grudados os insetos é colocada em apenas alguns fios Foto: Terra

De boba a aranha não tem nada: a cola em que ficam grudados os insetos é colocada em apenas alguns fios
Foto: Terra

Há duas explicações para o fato de a aranha não ficar presa na própria teia. A primeira, é que a cola em que ficam grudados os insetos é colocada em apenas alguns fios. A aranha seria capaz de distinguir os fios "secos" e andar somente sobre esses. Outra justificativa é que elas produzem uma secreção, como se fosse um óleo, que faz com que elas possam andar sobre os fios de seda.

A teia da aranha tem várias funções: serve de refúgio, permite a captura de alimentos e ajuda na fixação dos casulos. Segundo a professora de zoologia Rosa de Lima Silva Mello, "a teia de aranha é o resultado do trabalho que esse animal realiza utilizando um líquido fabricado por glândulas que se localizam dentro do abdômen".

As aranhas possuem estruturas na parte posterior do seu corpo chamadas de fiandeiras, por onde é expelido esse líquido, que endurece em contato com o ar, formando os fios da teia. Todas as glândulas secretam esse líquido, mas os fios de cada aranha uma diferem quanto à consistência e propósito devido a outras secreções que cada glândula produz.

Esta pergunta foi enviada pelos internautas Paulo César da Silva, Ailton Ferreira da Silva e Fabio Albuquerque. Clique aqui e envie já a sua.

Redação Terra