Quem inventou o telefone celular?

  • separator
  •  
  • comentários

Uma vez, em um tempo remoto, houve um mundo sem telefone celular. E houve uma outra época, não tão distante, em que os aparelhos, hoje pequenos e leves, pesavam cerca de um quilo e tinham praticamente o tamanho de uma régua de colégio.

Houve uma outra época em que os aparelhos de celular pesavam cerca de um quilo
Houve uma outra época em que os aparelhos de celular pesavam cerca de um quilo
Foto: Getty Images

» Qual é a origem do cifrão?


» Quando foi inventado o baralho?


» O que é corredor polonês?

Segundo o professor de Engenharia João Ernandes Vieira, "quem desenvolveu o sistema de algoritmos foi William Lee, pesquisador de telecomunicações da Universidade de Nova York, que em 1983, na cidade de Chicago, promoveu a primeira aplicação da plataforma de telefonia móvel".

No entanto, o professor complementa que o advento da telefonia celular deve ser inserido em um contexto maior, de evolução da tecnologia. "A comunicação via rádio já existia há muito tempo, a grande vantagem foi reutilizar a frequência para permitir a cobertura de áreas ilimitadas", explica.

Outros nomes também são relevantes na história do telefone celular. Martin Cooper, por exemplo, foi responsável por liderar a equipe que criou o Dyna Tech, primeiro aparelho portátil, que pesava pouco menos de um quilo e media 25 centímetros. A primeira demonstração do sistema ocorreu em abril de 1973, em Nova York.

Para muita gente, no entanto, o inventor do telefone sem fio foi Nathan Stubblefield, fazendeiro norte-americano do Kentucky, que teria começado a trabalhar em sua criação em 1891. O aparelho desenvolvido Stubblefield tinha o tamanho de uma lata de lixo e chegava a alcançar 800 metros. A sua intenção era estabelecer contato entre as residências, então muito distantes umas das outras. Em 1892, ele teria feito uma demonstração pública, com música e transmissão de diálogos a cinco receptores.

No Brasil, a primeira ligação por telefone celular foi feita no Rio de Janeiro, em dezembro de 1990, ano em que o país teve cerca de 700 aparelhos habilitados. Hoje, o Brasil conta com cerca de 140 milhões de aparelhos em uso. Em todo o mundo, estima-se que existam aproximadamente 4 bilhões de celulares.

Esta pergunta foi enviada pela internauta Monise Ferreira dos Santos. Clique aqui e envie já a sua.

Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade