publicidade

Por quanto tempo uma pessoa consegue ficar sem dormir?

O sono tem papel fundamental na capacidade de aprendizado
Foto: Getty Images
 

O número de horas que uma pessoa aguenta ficar sem dormir é bastante variável e difícil de ser avaliado cientificamente. O RankBrasil, livro dos recordes brasileiros, registra que a pessoa que conseguiu se privar do sono por mais tempo foi o locutor de uma rádio de Campinas, Beto Café, que permaneceu 109h21 horas acordado, fazendo transmissões ao vivo durante 106h41, em julho de 2007.

O Guinness Book de recordes mundiais não considera mais tentativas do gênero por acreditar que a prática é muito perigosa. O último recorde registrado é do finlândes Toimi Soni, que passou 276 horas sem dormir. A proeza ficou no livro até 1989.

Segundo a Dr. Rosa Hasan, coordenadora do Departamento de Sono da Associação Brasileira de Neurologia, não é preciso uma grande privação de sono para que o corpo comece a responder de forma negativa. Uma pessoa que costuma dormir 8h por noite quando dormir 6h já sentirá uma queda de rendimento ao longo do dia.

"O sono tem papel fundamental na capacidade de aprendizado e no processo de consolidação da memória", explica Rosa. A especialista ainda ressalta que enquanto dormimos o organismo produz hormônios e substâncias importantes para o corpo que só ocorrem neste momento de repouso. Além disso, o cérebro aproveita para fazer um "back up" das coisas que aprendeu e percebeu durante o dia.

"Quem se priva do sono deixa de aproveitar o máximo de sua capacidade cognitiva", alerta a Dr. Rosa. De acordo com ela, mesmo a pessoa que permanece sem dormir por vários dias dá cochilos sem perceber e pode estar, na verdade, "dormindo acordada".

Redação Terra