Fuvest: estudantes da USP protestam contra 'prova para elite'

Fuvest: estudantes da USP protestam contra 'prova para elite'

27 nov 2011
15h22
  • separator
  • comentários
Filipe Gonçalves
Direto de São Paulo

Entre os pais e candidatos que aguardavam a abertura dos portões para o início do vestibular da Fuvest na tarde deste domingo, circulavam alguns estudantes da Universidade de São Paulo (USP) distribuindo jornais de protesto contra a direção da instituição. Os jovens criticavam o "vestibular para elite" que, segundo eles, privilegia estudantes de escolas privadas.

» De Bin Laden a usinas nucleares; confira temas dos vestibulares

Alguns dos alunos que faziam o protesto eram estrangeiros, como o mexicano Ernesto, 23 anos, que estuda Geografia na USP. Enquanto entregava o jornal, ele disse ao Terra que o vestibular da USP não é democrático, pois seleciona "estudantes da elite". "Eles (os vestibulandos) têm que conhecer o que acontece na USP. Parte da nossa luta é contra o vestibular, que é um filtro socioeconômico. Só pode permanecer que tem grana, a educação vira mercadoria. No México, a seleção é por mérito acadêmico", afirmou o estudante, que não quis divulgar o sobrenome por medo de represálias.

A prova da primeira fase da Fuvest, que seleciona candidatos para a USP e para a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo teve início às 13h e previsão de encerramento para as 18h. Neste domingo, os estudantes devem responder a 90 questões objetivas de português, história, geografia, matemática, química, física, biologia e inglês. O candidato somente poderá retirar-se da sala a partir das 16h.

A divulgação dos candidatos aprovados para a segunda etapa será feita no dia 19 de dezembro. As três provas analítico-expositivas vão acontecer de 8 a 10 de janeiro de 2012.

Inscritos
Do total de 146.885 candidatos inscritos para o vestibular Fuvest 2012, 33,4% estudaram todo o ensino médio em escolas públicas. Menos de 5% estudaram tanto na rede pública como na privada, e 61,1% cursaram todo o ensino médico em escolas privadas.

Correção online
O Terra , juntamente com os professores do Sistema COC de Ensino , fará a correção online de todas as questões da primeira fase, logo após o término das provas, no domingo.

Muitos vestibulandos foram abordados por alunos da USP que realizavam panfletagem com críticas à instituição
Muitos vestibulandos foram abordados por alunos da USP que realizavam panfletagem com críticas à instituição
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra
Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade