publicidade
10 de fevereiro de 2012 • 15h51 • atualizado às 16h00

Veja dicas de filmes para saber mais sobre a Revolução Russa

DicasVeja cinco filmes para saber mais sobre a Revolução Russa

O filme Reds traz os relatos do jornalista norte-americano, que presenciou a Revolução Russa desde o início, conhecendo os primeiros anos do novo regime
Foto: Paramount Pictures / Divulgação
 

O ano é 1917, e os russos estão prestes a derrubar os líderes do país, por meio de uma revolução que vai trazer consequências em todas as partes do mundo. No topo dessas mudanças, estão três cabeças que vão atuar de maneira decisiva em todo o processo. Você lembra quem são eles? Esse conteúdo é apresentado ano após ano nas salas de aula de ensino médio. Além dos livros e exercícios, você pode aprender detalhes sobre a revolução que mudou radicalmente a Rússia assistindo a filmes sobre o assunto.

O cinema está repleto de obras que abordam a revolução, explicando as origens, ilustrando como os bolcheviques tomaram o poder e quais foram os desdobramentos para a Rússia e para o mundo. Conversamos com o professor de história do cursinho Anglo de São Paulo Gianpaolo Dorigo para listar alguns filmes sobre esse período que transformou a Rússia em União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS).

O Encouraçado Potemkin (1925)
Do cineasta russo Sergei Eisenstein, o filme conta o famoso episódio da revolta dos marinheiros russos no início do século XX, um dos eventos que motivaram a Revolução Russa anos mais tarde. "Ao abordar um episódio da Revolução de 1905, o diretor nos leva aos antecedentes da Revolução Socialista. Convém lembrar que o filme foi rodado em 1925, em pleno momento de consolidação do novo regime, e seu aspecto revolucionário deriva não apenas dos temas, mas de certas técnicas de filmagem bastante originais", diz o professor Gianpaolo Dorigo.

Outubro (1927)
Outra grande produção de Sergei Eisenstein, segue a mesma linha do filme anterior. Agora, o tema em questão é a Revolução Russa propriamente dita. "A película narra os acontecimentos de 1917 quase que 'no calor da hora', ou seja, pouco tempo após os eventos históricos terem efetivamente ocorrido", conta o professor.

Doutor Jivago (1965)
Filme inspirado em livro de mesmo nome, do premiado escritor russo Boris Pasternak, que ganhou um prêmio Nobel de Literatura pela obra. A história conta o romance entre um jovem médico aristocrata e uma enfermeira plebeia, no início do século XX em meio às mudanças que a Rússia atravessa. Segundo Dorigo, "a Revolução aparece mais como pano de fundo da história pessoal e dos amores de Yuri Jivago, médico e poeta russo". Lançado em 1965, o filme foi censurado pela União Soviética, por conter críticas ao governo soviético, e continuou proibido na Rússia até 1994.

Reds (1981)
Inspirado na obra prima literária Dez Dias que Abalaram o Mundo, de John Reed, o filme traz os relatos do jornalista norte-americano, que presenciou a Revolução Russa desde o início, conhecendo os primeiros anos do novo regime. "Além de bastante acurado historicamente, o filme conta com um uso instigante da fotografia, com ênfase no emprego da cor vermelha em várias tomadas", diz o professor.

O Círculo do Poder (1991)
Mais focado no período stalinista, que a URSS atravessou após a consolidação da Revolução, comandada por Josef Stalin, o filme aborda a história de um funcionário da KGB (algo como o Comitê de Segurança do Estado Russo, na época), que se tornou encarregado da projeção de filmes privados para Stalin, de 1939, até a morte do ditador, em 1953. "Os bastidores do poder e os desvios do regime são abordados através do olhar quase inocente do personagem principal", comenta Dorigo.

Cartola - Agência de Conteúdo - Especial para o Terra Cartola - Agência de Conteúdo - Especial para o Terra