USP sobe 8 posições em ranking de universidades e lidera entre latinas

USP sobe 8 posições em ranking de universidades e lidera entre latinas

29 jul 2011
14h13
atualizado às 14h35

A Universidade de São Paulo (USP) é a 43ª universidade melhor colocada de acordo com o ranking divulgado pela Webometrics Ranking Web of World Universities , que avalia a visibilidade na internet das instituições de ensino superior. Na última publicação, em janeiro deste ano, a instituição aparecia na 51ª colocação. A USP é a instituição brasileira mais bem colocada no ranking geral e lidera entre as melhores na América Latina. Veja aqui o ranking mundial.

O top 10 é formado por instituições americanas. As três primeiras colocadas são a Massachusetts Institute of Technology, Harvard University e Stanford University, que permanecem na mesma colocação da última divulgação. A primeira universidade europeia no levantamento é Cambridge, localizada na Inglaterra.

O ranking América Latina é liderado pelas universidades brasileiras. Entre as dez primeiras colocadas, sete são instituições do Brasil. A Universidade Federal do Rio Grande do Sul, na 150ª posição, Universidade Estadual de Campinas, na 158ª colocação, seguidas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Universidade Federal de Santa Catarina, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) e Universidade Federal de Minas Gerais. Veja aqui o ranking América Latina.

Desde 2004, o ranking é divulgado duas vezes por ano - em janeiro e julho - e cobre mais de 20 mil instituições de ensino superior de todo o mundo. O relatório leva em conta o desempenho global e a visibilidade das instituições na web, incluindo indicadores de pesquisa e qualidade de estudantes e professores, levando em conta seu compromisso com o ensino, os resultados das pesquisas e suas relações com outros setores da sociedade

O Webometrics Ranking Web of World Universities é promovido pelo Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC, na sigla em espanhol) da Espanha. Estatísticas relacionadas ao número de visitantes em páginas da internet pertencentes a universidades são consideradas. Outro aspecto é o número de publicações em citações bibliográficas dentro do banco de dados Google Scholar , que tem boa cobertura dos repositórios institucionais das universidades em todo o mundo.

A ideia do ranking é motivar as instituições e pesquisadores a estarem presentes na web, divulgando com precisão suas atividades. Além disso, de acordo com a organização do ranking, se o desempenho da universidade na web estiver abaixo da posição esperada em função da excelência acadêmica, deveria haver um esforço maior por parte da universidade na divulgação das publicações no âmbito online.

Outras informações podem ser obtidas no site www.webometrics.info.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade