USP assina acordo com o MEC para participar do Enade

7 ago 2013
09h56
atualizado às 11h55
  • separator
  • 0
  • comentários

A Universidade de São Paulo (USP) assinou um acordo de cooperação técnica com o Ministério da Educação (MEC) para promover estudos sobre o sistema federal de avaliação do ensino superior. A parceria inclui a participação da universidade no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade).

Além disso, a USP indicará especialistas nas áreas de conhecimento avaliadas pelo Enade para participarem, junto com técnicos do Intituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), da análise das matrizes e dos instrumentos de avaliação que compõem o sistema de avaliação federal.

O acordo, publicado na edição desta quarta-feira do Diário Oficial da União,  terá validade de três anos. Segundo a assessoria da universidade, nesse período os estudantes da USP poderão fazer o Enade, mas a participação não será obrigatória como ocorre hoje nas demais instituições de ensino superior. Os resultados dos cursos também não serão divulgados nesses três anos.

"O Enade possibilitará a comparação dos cursos da USP e dos cursos das demais universidades brasileiras. Muito embora a universidade possua sistemas de avaliação própria, o efeito comparativo decorrente do Enade será benéfico para todos", disse o reitor da USP, João Grandino Rodas.

Criado em 2004, o Enade integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). O objetivo do exame é aferir o rendimento dos alunos dos cursos de graduação em relação ao conteúdo programático, suas habilidades e competência. Ao contrário das demais instituições públicas, a USP resistia em adotar o exame por não concordar com os critérios da avaliação.

A edição deste ano será aplicada no dia 24 de novembro para estudantes dos cursos de bacharelado em agronomia, biomedicina, educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina, medicina veterinária, nutrição, odontologia, serviço social e zootecnia. O exame também avaliará os cursos de tecnólogo em agronegócio, gestão hospitalar, gestão ambiental e radiologia.

Participarão da prova:
• Ingressantes que tenham iniciado o respectivo curso este ano;
• Concluintes dos cursos de bacharelado que tenham expectativa de conclusão do curso até julho de 2014;
• Estudantes que tiverem concluído mais de 80% da carga horária mínima do currículo do curso até o fim do período de inscrição;
• Estudantes de cursos superiores de tecnologia com expectativa de conclusão até dezembro de 2013;
• Estudantes que tiverem concluído mais de 75% da carga horária mínima do currículo do curso até 16 de agosto.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade