Uso de bebida alcoólica é maior entre as meninas, diz IBGE

Segundo a pesquisa, 51,7% das meninas entre 13 e 15 anos afirmaram já ter bebido. Entre os garotos, 48,7% ingeriram álcool.

19 jun 2013
10h12
atualizado às 10h20
  • separator
  • comentários

Metade dos jovens matriculados no 9º ano do ensino fundamental já experimentou algum tipo de bebida alcoólica, segundo dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (Pense 2012), colhidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O levantamento mostra que as meninas já tiveram mais contato com o álcool. Do universo pesquisado, 51,7% das meninas afirmaram já ter bebido. Já entre os garotos, 48,7% já ingeriram álcool.

No levantamento anterior, em 2009, 71,4% dos escolares tinham declarado já ter bebido em algum momento. A Pense 2012 entrevistou 109.104 estudantes do 9º ano do ensino fundamental, sendo que 86% têm de 13 a 15 anos de idade.

Quando questionados se consumiram bebida alcoólica nos últimos 30 dias, 26,1% responderam de forma afirmativa. Entre as meninas, tal proporção foi de 26,9%. Já 25,2% dos meninos haviam bebido recentemente. Entre todos que tinham consumido álcool nos últimos dias, 39,2% responderam que fizeram isso em festas; 21,8% obtiveram com amigos; 15,6% compraram em bares, lojas ou supermercados; e 10,2% beberam em casa.

A Pense observou que 21,8% dos escolares matriculados no 9º ano informaram já ter se embriagado em algum momento na vida. Entre os estudantes de escolas públicas, essa proporção foi de 22,5%, enquanto que nas escolas privadas, ficou em 18,6%.

Entre o público questionado, 10% dos estudantes afirmaram ter faltado à aula, se envolvido em alguma briga, ou ter tido atritos com familiares devido ao consumo de álcool. Entre as meninas, 10,4% declararam ter passado por algum problema semelhante. Já entre os garotos, a proporção foi de 9,5%.

Cai número de alunos que já experimentou cigarro; 7,3% consumiram drogas ilícitas
O IBGE constatou também que, em 2012, 22,3% dos estudantes do 9º ano tinham experimentado cigarro em algum momento da vida. Antes, em 2009, essa proporção era de 24,2%. Questionados se tinham fumado nos últimos 30 dias, 5,1% dos alunos responderam de forma positiva. Ainda segundo a pesquisa, 29,8% dos escolares disseram que pelo menos um dos responsáveis era fumante.

Sobre as drogas ilícitas, 7,3% dos estudantes que estavam matriculados no 9º ano admitiram já ter experimentado alguma (maconha, cocaína, crack, cola, cheirinho da loló, lança-perfume e ecstasy). No Centro-Oeste, essa proporção chega a 9,3%. Entre as capitais, 17,5% dos escolares do 9º ano de Florianópolis se drogaram em algum momento. Em Curitiba, 14,4% estavam enquadrados nessa condição. Na média de todo o País, 2,6% dos alunos admitiram ter se drogado antes de completar 13 anos de idade.

Do total que consumia drogas ilícitas, 34,5% havia consumido maconha nos últimos 30 dias, Já 6,4% tinham usado crack recentemente.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade