Educação

publicidade
09 de julho de 2011 • 02h16 • atualizado às 09h53

SP: cartilha sobre educação sexual gera polêmica em Embu

 

Uma cartilha sobre educação sexual, que era para ser distribuída a pais de alunos, acabou sendo utilizada indevidamente em sala de aula, causando polêmica em Embu das Artes, na Grande São Paulo. O material, com 16 páginas, contém ilustrações como a de um bebê tirando a fralda de outro enquanto este se toca; de um menino e uma menina frente a frente, com as mãos nos respectivos órgãos sexuais; jovens nus sobre a cama, com material erótico do lado; e de um casal fazendo sexo, tendo camisinhas espalhadas pelo chão.

Veja polêmicas com livros escolares

A apostila foi entregue a alunos do 5º ano do ensino fundamental da Escola Municipal Professora Elza Marreiro. Segundo a edição de sexta-feira do Jornal da Globo, a cartilha faz parte de um projeto do município de educação sexual e, de acordo com a prefeitura, não poderia ter sido entregue a crianças. A secretária de Educação explica que o material foi feito há seis anos para ser entregue aos pais. Ela diz ainda que foi aberta sindicância para apurar como as cartilhas foram parar em sala de aula.

Terra Terra