SC: casa de menina que escreve diário da escola é apedrejada

6 nov 2012
21h00
atualizado em 7/11/2012 às 00h55
  • separator
  • comentários

A casa da menina Isadora Faber, que mantém um diário no Facebook no qual relata o dia a dia - inclusive com os problemas - da escola onde estuda em Florianópolis, foi apedrejada na noite de segunda-feira. Segundo a mãe da adolescente, Mel Faber, a família estava na rua quando ocorreu a agressão e a avó da menina, Rosa Leal, 65 anos, que usa cadeira de rodas devido a uma doença degenerativa, foi atingida.

Avó da menina, Rosa Leal, 65 anos, foi atingida por pedra. Ela passa bem
Avó da menina, Rosa Leal, 65 anos, foi atingida por pedra. Ela passa bem
Foto: Divulgação

"Foi tudo em função do Diário de Classe (a página de Isadora no Facebook). Não tem jeito, as pessoas não conseguem argumentar", diz a mãe. Mel explica que Rosa passa bem. Ela diz ainda que o marido foi ameaçado nesta terça-feira.

A mãe de Isadora afirma que ela e o marido já foram à polícia prestar queixa e pedir proteção para a menina - que estaria sendo ameaçada pela filha do pintor na escola - e para a avó. Mel diz que pretende falar com seu advogado para dar para tomar as devidas providências. "Quero que sejam tomadas todas as medidas judiciais cabíveis", diz ela.

A menina começou a escrever sobre as ameaças em outubro. A jovem diz que elas teriam relação um homem chamado de "Francisco", que teria recebido dinheiro do colégio para pintar a quadra do local, mas não fez o serviço. "Já faz um tempo tem uma garota que fica me ameaçando toda hora na escola, dizendo que vai me bater, me chamando de ridícula entre outras coisas (...) Ela (a diretora) falou que essa pessoa é FILHA DO SEU FRANCISCO, aquele da pintura. Falou que ela deve estar assim por causa das minhas postagens do 'Seu Francisco' e dos comentários que fazem ", diz a adolescente em sua página.

Isadora começou a postar sobre o problema na quadra no final de setembro na página do Diário de Classe. "Desde a volta das férias, pergunto para direção a situação da pintura da quadra. As tintas para pintura estão na sala da diretora faz 2 anos, elas tem vencimento em novembro de 2012."

O Terra não conseguiu contatar ninguém na escola para falar sobre o assunto.

Terra

compartilhe

publicidade
publicidade