Saiba como participar da vida escolar de seus filhos

  • separator
  • comentários

Pais que colocam os filhos em escolas privadas, muitas vezes depositam na instituição a responsabilidade pela sua educação. Por melhor que seja a escola, porém, o contexto familiar tem um papel decisivo na vida escolar das crianças.

» Veja gráfico de desempenho ampliado
» Prepare a mochila e cuidado com excesso de peso
» Carreiras: como ajudar seu filho a escolher uma

Um estudo realizado pela Fundação Itaú Social mostrou que a influência da família no aproveitamento escolar dos alunos é grande.

O estudo de autoria de Fabiana de Felicio, Consultora em Pesquisa e Avaliação Educacional, levantou os "Fatores Associados ao Sucesso Escolar", analisando estudos realizados no Brasil para avaliar impactos de alguns temas como: contexto familiar, gestão escolar, gestão municipal, infra-estrutura escolar, gestão de pessoas, formação e salários de professores e diretores, avaliação e utilização de resultados, além de cuidados na primeira infância - educação infantil.

Para a autora, é intuitivo pensar que a família é importante para o desenvolvimento intelectual de crianças e jovens já que eles passam grande parte de suas vidas em contato direto com essas pessoas e desfrutando do que esse ambiente tem a lhes oferecer. "Ainda não é muito claro, entretanto, por quais meios as famílias podem gerar melhores resultados em termos de sucesso futuro na escola ou no mercado de trabalho. Sabe-se, porém, que algumas características, ou questões ligadas ao contexto familiar têm relação direta com esse desempenho", diz ela.

Utilizando-se das informações sobre escolaridade dos pais e nível sócio-econômico das famílias, Fabiana conta que os estudos feitos para o Brasil apontam, de modo geral, que a parcela do desempenho escolar explicada pela família está em torno de 70%. "Nos estudos nacionais ou nos internacionais, o que se vê é que a parcela restante - apenas 30% do desempenho - é decorrente de atributos escolares observáveis".

Embora a influência da família seja grande, as políticas educacionais só conseguem atacar as causas do bom ou mau desempenho dos alunos ligadas aos atributos da escola. Isto porque há muitas variáveis no perfil das famílias, tais como renda e escolaridade, que determinam bastante sua capacidade de influir na vida escolar dos filhos.

De todo modo, existem papéis que são inerentes ao grupo familiar e, se houver maior divisão de responsabilidades, é possível, sim, garantir educação de qualidade a crianças e jovens, principalmente, na escola pública, onde a maioria dos brasileiros estuda.

As dicas fornecidas a seguir foram inspiradas na cartilha "Acompanhem a vida escolar dos seus filhos", publicada pelo MEC - Ministério da Educação (2008):

- Visite a escola de seus filhos sempre que puder

- Converse com os professores e pergunte como seus filhos estão nos estudos

- Caso seus filhos estejam com alguma dificuldade na escola, peça orientação aos professores de como ajudá-los em casa

- Leia bilhetes e avisos que a escola mandar e responda quando necessário- Compareça às reuniões da escola. Dê sua opinião, ela é muito importante

- Demonstre interesse: os filhos gostam de saber que os pais sentem orgulho por eles estudarem

- Mostre a seus filhos que quanto mais estudarem mais oportunidades vão encontrar na vida

- Converse com eles sobre a escola, sobre os professores e colegas. Pergunte o que eles estão aprendendo

- Ensine seus filhos a cuidar do material escolar e do uniforme.

Redação Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade