RJ: prefeitura lamenta "descumprimento do acordo" pelo Sepe

29 ago 2013
00h14
atualizado às 00h14
  • separator
  • comentários

A prefeitura do Rio lamentou o 'descumprimento do acordo' por parte do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe) e a 'intransigência do sindicato' na questão. Os profissionais da rede municipal de ensino estão em greve desde o dia 8 deste mês.

Em nota, a prefeitura informa que tem negociado com os professores desde o início da paralisação e que na última sexta-feira (23) o prefeito Eduardo Paes fechou um acordo com o sindicato, que manteve a greve na segunda-feira (26). Na quarta, segundo a nota, foi fechado novo acordo com o sindicato, depois de negociação com o secretário-chefe da Casa Civil, Pedro Paulo Carvalho, e a secretária municipal de Educação, Cláudia Costin.

A prefeitura também destaca que a Procuradoria-Geral do Município 'desistiu da ação na Justiça que pedia que a greve fosse considerada ilegal'.

A coordenadora do Sepe no Riol, Suzana Gutierrez, disse que a greve continua porque as reuniões com a prefeitura não saem das promessas. De acordo com ela, não há transparência quanto ao uso dos recursos investidos com educação pelo município. 'Nós continuamos insistindo, se a prefeitura diz que não há verbas, ela precisa abrir a caixa-preta da educação', disse.

Quanto ao reajuste prometido de 8%, a coordenadora declarou que a proposta não satisfaz a categoria, já que ainda não está garantido por precisar de aprovação da Câmara Municipal.

Agência Brasil Agência Brasil

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade