inclusão de arquivo javascript

 
 

Estudantes de Manaus pedem cancelamento do Enem

05 de dezembro de 2009 18h51 atualizado às 20h40

Pelo menos 400 estudantes, inscritos no Exame Nacional de Ensino Médio em Manaus, pedem o cancelamento das provas realizadas na capital. Foto: Anderson Luiz Marques da Costa/Especial para Terra

Pelo menos 400 estudantes, inscritos no Exame Nacional de Ensino Médio em Manaus, pedem o cancelamento das provas realizadas na capital
Foto: Anderson Luiz Marques da Costa/Especial para Terra

Arnoldo Santos
Direto de Manaus

Pelo menos 400 estudantes, inscritos no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) em Manaus, pedem o cancelamento das provas realizadas na capital. Ainda não há uma estimativa oficial, mas em vários locais de prova, houve confusão.

O maior motivo alegado pelos candidatos que perderam a prova foi a confusão causada com os horários de Manaus e Brasília. A capital amazonense não está cumprindo o horário de verão, por isso está duas horas a menos em relação ao horário de Brasília.

Centenas de estudantes fecharam a avenida Recife, zona centro-oeste de Manaus, protestando porque não puderam entrar nas salas da Universidade Paulista, um dos locais de prova. "Temos mais de 400 pessoas que não conseguiram fazer a prova e assinaram um abaixo-assinado. Nós queremos que cancelem o enem", disse o estudante Gerson Feitosa, um dos que não conseguiram fazer o exame.

A coordenação do Enem no Amazonas não informou ainda que providências serão tomadas. "Estamos fazendo o levantamento para ver o a estatística dos faltosos, mas ainda não temos conhecimento oficial do pedido de cancelamento do exame", disse o coordenador do Enem, Jeordane Andrade.

Em todo o Amazonas, 120 mil pessoas se inscreveram para prestar o Enem nos 45 municípios do interior e mais a capital, Manaus.

Especial para Terra