inclusão de arquivo javascript

 
 

Alunos chegam atrasados, perdem Enem e arrombam portão em BH

05 de dezembro de 2009 16h20 atualizado às 17h04

Após tumulto, PM faz a segurança da entrada do Centro Universitário Newton Paiva, região oeste da capital mineira. Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

Após tumulto, PM faz a segurança da entrada do Centro Universitário Newton Paiva, região oeste da capital mineira
Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

Ney Rubens
Direto de Belo Horizonte

Cerca de 50 estudantes que foram impedidos de fazer as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em Belo Horizonte por terem chegado após o horário de fechamento dos portões arrombaram uma das entradas do Centro Universitário Newton Paiva, na tarde deste sábado. O prédio fica na avenida Silva Lobo, no bairro Grajaú, região oeste da capital mineira.

"Não deixaram mais ninguém entrar. A maioria atrasou porque o trânsito estava muito congestionado e não havia ônibus em número suficiente. Juntou um grupo e forçou a entrada", disse a estudante Ana Luiza Gregório.

A Polícia Militar (PM) informou que pelo menos 2,5 mil estudantes se aproveitaram e entraram no prédio na hora da confusão. "Fomos obrigados a retirar todo mundo. Houve uma entrada forçada e todos que estavam dentro do prédio além do horário foram obrigados a sair", afirmou o tenente Antônio Teodoro, do 22º BPM.

"Essas pessoas não poderiam entrar. Elas podem alegar o que quiser, mas o portão foi violado. Vamos registrar a ocorrência para que as partes possam tomar as providências", disse.

O policial explicou que as pessoas que foram retiradas do prédio ainda não haviam chegado às salas de aula: "Estavam nos corredores e em uma área após o portão arrombado".

Irritados por serem impedidos de fazer as provas, cerca de 100 estudantes ainda se mantiveram durante duas horas em frente ao prédio. Com gritos de "queremos prova", eles reclamavam da ação da PM e da não tolerância de pelo menos 10 minutos após às 12h55, horário previsto para o fechamento dos portões.

A PM informou que, devido às reclamações dos estudantes que fariam o Enem em vários pontos de Belo Horizonte, a central 190 da corporação ficou congestionada entre 13h e 14h. A maioria das pessoas queriam registrar ocorrência contra os porteiros e fiscais dos prédios. A PM informou que só atuou onde houve confusões.

Especial para Terra
  1. Após tumulto, PM faz a segurança da entrada do Centro Universitário Newton Paiva, região oeste da capital mineira  Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

    Após tumulto, PM faz a segurança da entrada do Centro Universitário Newton Paiva, região oeste da capital mineira

    Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

  2. A Polícia Militar informou que pelo menos 2,5 mil estudantes se aproveitaram e entraram no prédio na hora da confusão  Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

    A Polícia Militar informou que pelo menos 2,5 mil estudantes se aproveitaram e entraram no prédio na hora da confusão

    Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

  3. Rafaela diz ter estudado bastante e espera uma boa nota no Enem  Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

    Rafaela diz ter estudado bastante e espera uma boa nota no Enem

    Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

  4. O estudante Rafael Santana por pouco deixou de fazer as provas  Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

    O estudante Rafael Santana por pouco deixou de fazer as provas

    Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

  5. O auxiliar de enfermagem Raimundo Nonato Paiva culpou a chuva e o trânsito pelo atraso  Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

    O auxiliar de enfermagem Raimundo Nonato Paiva culpou a chuva e o trânsito pelo atraso

    Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

  6. Seguranças da UFMG foram chamados para acalmar estudantes que não puderam fazer o Enem em BH  Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

    Seguranças da UFMG foram chamados para acalmar estudantes que não puderam fazer o Enem em BH

    Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

  7. Os estudantes reclamaram que a chuva e o trânsito atrapalharam a chegada ao local de prova  Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

    Os estudantes reclamaram que a chuva e o trânsito atrapalharam a chegada ao local de prova

    Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

  8. A estudante Renata Aparecida Miranda Araújo gastou três horas de casa até a UFMG  Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

    A estudante Renata Aparecida Miranda Araújo gastou três horas de casa até a UFMG

    Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

  9. As estudantes Patrícia Souza (esq), Poliana Ferreira (centro) e Patrícia Mendes se conheceram no ônibus  Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

    As estudantes Patrícia Souza (esq), Poliana Ferreira (centro) e Patrícia Mendes se conheceram no ônibus

    Foto: Ney Rubens/Especial para Terra

/educacao/enem/foto/0,,00.html