Ensino do espanhol aumenta integração americana, diz Consed

11 dez 2009
12h53
atualizado às 13h34

A presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed), Yvelise Freitas de Souza Arco-Verde, disse nesta sexta-feira que o ensino obrigatório da língua espanhola nas escolas de ensino médio vai possibilitar ampliação dos aspectos culturais dos alunos e favorecer a integração cultural entre os povos da América Latina.

De acordo com a Lei 11.161/2005, os sistemas públicos de ensino sãoobrigados a implementarem o ensino da língua espanhola em todas as escolas da rede pública de ensino médio até o ano que vem.

"No processo de formação educacional dos brasileiros a inserção do ensino da língua espanhola favorece muito na integração entre os povos, na questãocultural. Temos 11 estados que fazem fronteira com todos os países de língua espanhola, então essa inserção vai facilitar uma melhor relação com esses países", destacou a presidente, antes do debate das propostas pedagógicas para o ensino do espanhol, durante o Seminário InternacionalSobre o Ensino da Língua Espanhola.

Segundo a presidente da entidade, alguns estados estão mais avançadosno cumprimento da lei. Ela ressalta que ainda é necessário o apoio do Ministério da Educação para a formação dos professores e para a criaçãode livros didáticos voltados ao ensino da língua espanhola.

Agência Brasil Agência Brasil
publicidade