Enem

publicidade
23 de novembro de 2012 • 10h40

Escolas apostam em unidades de elite e disparam no ranking do Enem

 

A lista de melhores escolas no Enem 2011 possui instituições privadas que criaram unidades apenas com os melhores alunos. Muitas delas surgiram depois que o Ministério da Educação (MEC) passou a divulgar as notas por escola. Segundo educadores, os colégios têm criado artifícios para melhorar no ranking e, assim, a análise fica prejudicada, pois os melhores colégios não estão disponíveis a qualquer estudante. Já os colégios dizem que há ganho no ensino ao se juntar estudantes com grande desempenho acadêmico. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Das 20 melhores escolas do país, ao menos três privadas que foram criadas após o início do ranking dizem fazer seleção de alunos: Integrado Objetivo(SP), Elite do Vale do Aço (MG) e Motivo-Unidade 2 (PE). "Quem faz isso não está preocupado em construir uma escola, que precisa contar com todos os perfis de alunos. Eles querem fazer um ranking mercadológico, então criam isso para dizer 'Olha, fomos bem'", afirmou Madalena Guasco Peixoto, professora da Faculdade de Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

Terra Terra