Enem

publicidade
27 de dezembro de 2012 • 17h45 • atualizado às 18h01

Enem: estudantes acessam nota da redação; Inep nega vazamento

O Enem 2012 foi aplicado nos dias 3 e 4 de novembro em todo o País
Foto: Edson Lopes Júnior / Terra
 

Estudantes que fizeram as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em novembro deste ano conseguiram acessar a nota da redação nesta quinta-feira, um dia antes da data estabelecida para a divulgação dos resultados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). De acordo com o órgão, não houve vazamento de dados, já que as notas ficaram disponíveis propositalmente durante um teste no sistema que durou cerca de 30 minutos.

"Durante procedimento técnico de homologação das notas de redação no sistema do Enem na tarde desta quinta-feira, foi dada uma carga no sistema, o que fez com que alguns candidatos – logados com seu próprio CPF e senha – conseguissem visualizar sua própria nota da redação, em um período de meia hora. Não houve vazamento de informação", disse o Inep em nota.

O órgão ainda afirmou que está mantida a data de divulgação do resultado para esta sexta-feira, no site do exame. O horário em que os dados estarão disponíveis não foi informado. 

O assunto era abordado pelos estudantes nas redes sociais desde as 16h. A divulgação da nota chegou a entrar para a lista dos assuntos mais comentados no Twitter por volta das 16h30.

O Enem
O Exame Nacional do Ensino Médiofoi criado em 1998 pelo governo federal com o objetivo de avaliar o desempenho do estudante ao fim da educação básica. A partir de 2009, o teste passou a ser utilizado também como mecanismo de seleção para ingresso no ensino superior.

Neste ano, os candidatos resolveramo, no dia 3 de novembro, questões de Ciências Humanas e suas Tecnologias e de Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Já no dia 4 de novembro, foi a vez dos testes de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias, e Redação. Após a conclusão das provas sem nenhum problema, como já havia sido registrado em edições anteriores, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, comemorou o "sucesso" do exame.

 


Terra