Enem: com mudanças na correção, inscrições começam na segunda

24 mai 2012
16h48
atualizado em 25/5/2012 às 15h36

Gustavo Gantois
Direto de Brasília

Mercadante anunciou mudanças no Enem 2012
Mercadante anunciou mudanças no Enem 2012
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

Uma equipe de 400 mil pessoas aplicará em 140 mil salas de aula de todo o Brasil o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano. O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, oficializou nesta quinta-feira as mudanças na avaliação, em especial na redação, que vinham sendo comentadas desde o começo da semana. As inscrições começam às 10h da próxima segunda, dia 28, e vão até as 23h59 de 15 de junho. O pagamento dos R$ 35 da taxa deve ocorrer até 20 de junho. As provas ocorrerão nos dias 3 e 4 de novembro, com início às 13h.

Agora, se houver uma diferença maior que 200 pontos na correção dos dois avaliadores da redação, um terceiro será chamado. Se a discrepância continuar, o texto será encaminhado a uma comissão avaliadora. Os corretores são independentes e não conhecem as notas uns dos outros. Em 2010, essa diferença era de 500 pontos e, em 2011, baixou para 300. A mesma regra vale para uma diferença superior em 80 pontos em uma ou mais das cinco competências (domínio da norma padrão da língua escrita; compreender a proposta da redação e aplica conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema; selecionar, relacionar organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista; demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação; elaborar propostas de solução para o problema abordado).

Mercadante também anunciou que a nota de corte para certificação de ensino médio agora é de 450 pontos em cada área do conhecimento. Em 2011, o mínimo era de 400. Na redação, a nota de corte continua sendo 500 pontos.

No primeiro dia de provas, dia 3 de novembro, os estudantes terão quatro horas e meia para responder a questões de história, geografia, filosofia, sociologia, química, física e biologia. No dia seguinte eles ganham mais uma hora para as avaliações de língua portuguesa, literatura, língua estrangeira, arte, educação física, tecnologia da informação e comunicação, e matemática - além da redação. Nos dois dias, o Terra faz a correção das provas.

A divulgação do gabarito das provas objetivas está marcada para 7 de novembro. Já os resultados individuais saem no dia 28 de dezembro, segundo o ministro.

Fonte: Terra
publicidade