Em palestra, FHC diz que País precisa revolucionar a educação

Falta neurônio para reiventar o ensino brasileiro, diz FHC

26 mar 2010
10h48
atualizado às 11h18

O sociólogo e ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, afirmou durante a palestra "Ensino Superior como área crítica e estratégica para o Futuro do Brasil", realizada quarta-feira, 24 de março, na ESPM, que é preciso reinventar um novo modelo de educação. "Nós temos que pensar: qual Brasil vamos inventar? Está faltando neurônio. O Brasil será grande no mundo quando fornecer conhecimento. No conjunto desses desafios, que são grandes, o importante na universidade, além de produzir modelos culturais, é começar a discutir o futuro", disse o sociólogo.

O sociólogo e ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, falou durante a palestra "Ensino Superior como área crítica e estratégica para o Futuro do Brasil", realizada na ESPM
O sociólogo e ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, falou durante a palestra "Ensino Superior como área crítica e estratégica para o Futuro do Brasil", realizada na ESPM
Foto: Mo March / Divulgação

"O mundo contemporâneo tem que ser reinventado. Precisa ser antecipado, criado, e para isto é preciso visão estratégica de pessoas qualificadas", afirmou o sociólogo. "É preciso integração entre universidade e vida. Precisamos de decisões estratégicas, possíveis com conhecimento e visão do futuro. Temos uma cultura onde não gostamos de ser avaliados e resistimos ao que é estratégico", afirmou FHC. Segundo ele, houve um bloqueio nas universidades brasileiras, não no sentido técnico (que teve um desenvolvimento bom em todas as áreas), mas na capacidade de dialogar com a sociedade e produzir valores.

O sociólogo comentou que o problema tem início na educação básica, onde os alunos atuais possuem cultura diferenciada dos professores, o que implica na falta de interesse, e consequentemente, má formação dos estudantes. FHC citou o Chile como exemplo de país que inovou estrategicamente, reinventando negócios.

Na abertura do evento, o presidente da ESPM, J. Roberto Whitaker Penteado, e o conselheiro da escola Luiz Marcelo Dias Sales, foram os responsáveis por receber e anunciar o convidado palestrante.

Fonte: Redação Terra
publicidade