Brincadeiras incentivam o desenvolvimento das crianças

30 out 2012
08h02
  • separator
  • comentários

Na infância, é perceptível o quanto as crianças gostam dos brinquedos, especialmente aqueles que brilham, mexem, falam ou precisam ser encaixados. O que, à primeira vista, pode parecer um simples passatempo para os pequenos, é, na verdade, um meio de incentivar o desenvolvimento de sentidos e movimentos. Isso porque nessa fase, o cérebro está muito mais apto a aprender habilidades sensório-motoras.

Brinquedo é um meio de incentivar o desenvolvimento dos sentidos e movimentos na infância
Brinquedo é um meio de incentivar o desenvolvimento dos sentidos e movimentos na infância
Foto: Shutterstock



Não à toa, escolas de ensino infantil veem nas brinquedotecas uma maneira de estimular os pequenos estudantes. "O estímulo para a criança é dado por meio lúdico, porque constitui uma atividade completa em que é possível pensar, agir, lidar com o diferente e ainda socializar", explica Neide Noffs, professora da Faculdade de Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

O método lúdico agrada as crianças não só pelo colorido e diversão, mas por que a coloca frente a um desafio. Assim, atividades de encaixe, por exemplo, levam a ações desencadeadas, em que é preciso identificar cores e formatos, além de testar a montagem correta. Portanto, uma atividade que gera outra atividade.

Brinquedos educativos proporcionam noções das disciplinas que meninos e meninas terão nos anos seguintes, na escola primária. Por provocar a divisão de peças, o bom e velho ábaco coloca em contato com a matemática. Além disso, desenvolve de forma harmônica percepção, criatividade e estimula o exercício do corpo. "Quanto mais estímulo, maior é o desenvolvimento do pensamento, linguagem e dos sentidos", avalia Neide.

E não é de hoje que os brinquedos são vistos como parceiros. Reconhecido pensador do século passado e autor da Teoria Psicogenética - mais conhecida concepção construtivista da formação da inteligência -, Jean Piaget dizia que a atividade lúdica é berço das atividades intelectuais das crianças.

Brinquedo para crianças
A graciosidade dos brinquedos encanta não só os baixinhos, como os adultos também. Contudo, é importante ter discernimento na hora de adquirir um novo produto para que o entusiasmo não atrapalhe. Afinal, é preciso pensar o estímulo para crianças e não para os adultos.

"Carrinho para adulto é um objeto motivador, mas para a criança pode não ser, pois não provoca uma ação desencadeadora", lembra Neide. Tendo esse tipo de atenção, os pais podem usar o método lúdico em casa, o que contribuirá ainda mais para o desenvolvimento.












Agência Hélice

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade