Brasil: 27 universidades e 2 institutos federais declaram greve

17 mai 2012
18h44
atualizado em 18/5/2012 às 13h38

Do total de 59 universidades federais do Brasil, quase metade iniciou greve por tempo indeterminado a partir desta quinta-feira. Segundo a Associação Nacional dos Docentes do Ensino Superior (Andes), professores de 29 instituições de educação (27 universidades e dois institutos) declararam oficialmente a paralisação das atividades. A previsão é de que mais universidades entrem em greve na semana que vem.

Cartaz afixado no Instituto de Biologia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, em Seropédica, avisa sobre a greve
Cartaz afixado no Instituto de Biologia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, em Seropédica, avisa sobre a greve
Foto: Silvia Cunha / vc repórter

Entre as reivindicações, estão a reestruturação da carreira da categoria e as condições precárias de trabalho, atribuídas à falta de estrutura nas universidades. No Brasil, são 64 seções sindicais de 59 universidades federais ligadas ao Andes.

De acordo com Aloisio Porto, do Comando de Greve da Andes, o atual plano de carreiras não permite um crescimento satisfatório do professor ao longo da carreira. "Hoje para chegar no teto da carreira ele levaria quase 30 anos". De acordo com o dirigente sindical, foram feitas mais de dez reuniões com o Ministério do Planejamento para revisão dos planos, mas não houve avanço na negociação. Assembleias marcadas para amanhã e para o início da próxima semana devem confirmar a adesão de professores de outras instituições à paralisação, segundo Porto.

O Ministério da Educação (MEC) informou, por meio de nota, que "reafirma sua confiança no diálogo e no zelo pelo regime de normalidade das atividades dos campus universitários federais". O governo ressalta que o aumento de 4% negociado no ano passado com os sindicatos já está garantido por medida provisória assinada no dia 11 de maio. O aumento será retroativo a março, conforme previsto no acordo firmado com as entidades.

"Com relação ao plano de carreira, a negociação prevê sua aplicação em 2013. Os recursos devem ser definidos na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) até agosto deste ano, o que significa que temos tempo. As negociações entre o Ministério do Planejamento e as representações sindicais seguem abertas", explicou o MEC.

As universidades federais de Campina Grande (PB), Pará, Paraná, Mato Grosso, Alagoas, Amazonas, Piauí e algumas instituições de Minas Gerais já confirmaram a paralisação. Já os professores da Universidade de Brasília (UnB) aprovaram indicativo e devem decidir na sexta-feira se aderem à paralisação.

De acordo com o site da Seção Sindical dos Docentes da UFRJ (Adufrj-SSind), uma nova assembleia será marcada do dia 21 a 25 de maio, que poderá confirmar ou retirar o indicativo, conforme avaliação coletiva sobre as negociações entre o governo e o Andes-SN.

Veja a lista de instituições com seus respectivos campi que aderiram à greve:

1 - Universidade Federal do Amazonas (Ufam)
2 - Universidade Federal de Rondônia (Unir)
3 - Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA)
4 - Universidade Federal do Pará (UFPA) - Campi Central e Marabá
5 - Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
6 - Universidade Federal do Amapá (UNIFAP)
7 - Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
8 - Universidade Federal do Piauí (UFPI)
9 - Universidade Federal do Semi-Árido (UFERSA) - Campus Mossoró
10 - Universidade Federal da Paraíba (UFPB)- Campi Central, Patos e Cajazeiras
11 - Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)
12 - Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)
13 - Universidade Federal de Alagoas (UFAL)
14 - Universidade Federal de Sergipe (UFS)
15 - Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM)
16 - Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
17 - Universidade Federal de Viçosa (UFV)
18 - Universidade Federal de Lavras (UFLA)
19 - Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)
20 - Universidade Federal de São João Del Rey (UFSJ)
21 - Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes)
22 - Universidade Federal do Paraná (UFPR)
23 - Universidade Federal do Rio Grande (FURG)
24 - Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT)- Campi Central e Rondonópolis
25 - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)
26 - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM)
27 - Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
28 - Instituto Federal do Piauí
29 - Instituto Federal de Minas Gerais

Terra

Com informações da Agência Brasil

Colaboraram com esta notícia os internautas Silvia Cunha, de Seropédica (RJ), Pedro Lisboa e Daniel Menezes, de Ouro Preto (MG), e Thiago A. Barbosa, de Mariana (MG), que participaram do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui.

vc repórter

compartilhe

publicidade
publicidade