Aprovada, Isadora Faber pretende manter o Diário de Classe em 2013

21 dez 2012
10h12
atualizado às 10h12
  • separator
  • 0
  • comentários

O ano tumultuado na Escola Municipal Maria Tomázia Coelho, localizada no bairro do Santinho, em Florianópolis, terminou de forma positiva para Isadora Faber. A criadora do Diário de Classe, página que fez no Facebook para cobrar melhorias no colégio, foi aprovada e cursará a oitava série em 2013. Em paralelo, promete seguir se dividindo entre os estudos e os textos que publica na internet. "Sempre quis continuar na escola e com o Diário de Classe. Vou continuar escrevendo", garante.

Isadora Faber pretende seguir com o Diário de Classe nas férias
Isadora Faber pretende seguir com o Diário de Classe nas férias
Foto: Fabrício Escandiuzzi / Especial para Terra

Apesar de todas as polêmicas nos últimos meses, ela entende que o perfil, que hoje já conta com mais de 512 mil seguidores, trouxe mais coisas positivas do que negativas. "Melhoraram a escola, pois muitos reparos foram feitos. Vão melhorar ainda mais. Ainda falta a pintura na escola inteira, que espero que seja feita durante as férias. Outros resultados positivos apareceram na minha vida e outros ainda estão surgindo", reflete.

Sobre os efeitos negativos, Isadora cita a preocupação dos pais, especialmente após sua avó ter sido atingida por uma pedra jogada contra a casa da família. "Eles estão me levando à escola e não posso mais andar sozinha depois das ameaças que recebemos", afirma.

Na quarta-feira, a direção da escola Maria Tomázia Coelho realizou o Conselho de Classe dos anos iniciais. As atividades foram encerradas na quinta com a entrega dos boletins aos pais. Aprovada e matriculada, a adolescente agora curte dias de folga com a família. Ela até já diminuiu o ritmo das postagens. O Diário de Classe, contudo, será mantido nas férias, ainda que Isadora não saiba exatamente o que postar durante o recesso. Para 2013, está tudo definido: pretende continuar na luta pela melhoria da educação. "Não sei muito bem o que publicar ainda. Se surgir alguma matéria interessante, eu vou compartilhar. Queria muito que as escolas públicas tivessem o mesmo nível das particulares", diz.

Mas, por enquanto, ela só pensa em uma coisa: "quero agora é passar férias normais e fazer coisas com a minha família".

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade