Notícias

publicidade
20 de janeiro de 2012 • 07h47

Dicas ajudam no consumo consciente de água no verão

No banho, desligue o chuveiro ao se ensaboar e passar o xampu. Assim você economiza, em média, 135 litros de água
Foto: Shutterstock / Terra
 

Desde o dia 22 de dezembro iniciou-se oficialmente a temporada de verão no Brasil. Durante a estação mais quente do ano, a sensação de calor aumenta e o nível de umidade relativa do ar diminui, o que torna os índices de consumo e desperdício de água ainda maiores. Afinal, não há quem não goste de passar um tempão debaixo de uma boa ducha para se refrescar, não é mesmo?



De acordo com dados do Atlas de Saneamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados em 2011, o consumo per capita de água no Brasil é de 320 litros por dia. Este número, no entanto, segundo a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), salta para 450 durante o verão - uma quantidade três vezes maior do que os 150 litros indicados pela Organização das Nações Unidas (ONU).



O aumento pode ser percebido em diversas regiões do País, principalmente devido ao consumo excessivo de água. No litoral norte de São Paulo, por exemplo, foi registrado, de acordo com a Sabesp, um crescimento de 40% no consumo de água só no começo deste ano. As cidades de Natal e Salvador também têm tido uma demanda maior por água nesta época. De acordo com levantamento da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), houve um aumento de consumo de cerca de 30% na capital. Em Salvador, o índice gira em torno de 20%.



Por isso, para aproveitar tudo o que os dias ensolarados têm a oferecer, sem correr o risco de ficar com a caixa d¿ água vazia, o verão deve ser também a época de reforçar as atitudes de economia. "Atitudes simples como fechar o chuveiro na hora do banho fazem a diferença no bolso de todo mundo e contribuem para a preservação desse recurso tão importante", opina Marcelo Duarte Azevedo, ambientalista da Somar Ambiente. Confira abaixo algumas dicas de consumo consciente.



Na hora do banho

Desligue o chuveiro quando for se ensaboar ou passar o xampu. O banho de ducha ou chuveiro por 15 minutos com o registro todo aberto consome, em média, 135 litros de água.



Ao escovar os dentes

A escovação também requer cuidados de racionalização. Molhe a escova e feche a torneira. Só torne a abri-la quando terminar de escovar os dentes. Com essa atitude, a economia pode chegar a mais de 11,5 litros de água.



Na cozinha

Ao lavar a louça, ensaboe todos os utensílios para posteriormente enxaguá-los. Ao todo, 15 minutos de torneira aberta consome 117 litros de água. Com essa dica de racionalização o consumo pode chegar a 20 litros.



Área de serviço

A lavagem de roupa é outra atividade que pode gastar muita água. Uma lavadora de roupas com capacidade de cinco quilos gasta, em média, 135 litros de água. Por isso, o ideal é usá-la somente com a capacidade total e no máximo três vezes por semana.



No tanque, com a torneira aberta por 15 minutos, o gasto de água pode chegar a 279 litros. Por isso, coloque a roupa de molho e a ensaboe por completo no final da lavagem.



Calçada e carro

Lavar a calçada com a mangueira é um hábito comum que traz grandes prejuízos. Em 15 minutos, são perdidos, em média, 400 litros de água. Substitua os jatos de água por vassouras ou panos umedecidos. Outra dica é utilizar a água descartada pela máquina de lavar roupa para a lavagem do quintal e da calçada. Para lavar carros, utilize balde e pano ao invés de mangueira. Dessa forma, evita-se o consumo de até 216 litros de água.



Agência Hélice,
Especial para o Terra
Terra