0

Tartarugas marinhas aparecem mortas no litoral do Uruguai

6 abr 2015
20h12
atualizado às 20h12
  • separator
  • 0
  • comentários

Uma tartaruga gigante foi encontrada morta nesta segunda-feira em uma praia de Montevidéu, somando-se a uma série de tartarugas mortas na área nos últimos dias por causa de atividade humana - informaram especialistas.

A morte do animal se deve, em princípio, à pesca industrial, disse à AFP Andrés Estrades, diretor da ONG Karumbé, especializada no resgate de tartarugas.

O animal pertencia à espécie tartaruga comum ("Caretta caretta"), que em sua fase adulta pode pesar até 135 quilos e não é comum na parte sul do continente.

Segundo Estrades, a tartaruga encontrada na praia de Carrasco, a 15 km do centro de Montevidéu, poderia ter morrido há pelo menos dois dias.

"Nesta época do ano é comum encontrar esses animais mortos porque os barcos de pesca de arrasto começam a operar", explicou o especialista, que especificou que a cada ano são registradas entre 15 e 50 tartarugas mortas pela mesma causa. Não é um número total, uma vez que muitas outras podem ser transportadas pelas correntes sem atingir a costa.

A poluição também está ameaçando outras espécies na área.

Na semana passada, oito tartarugas verdes ficaram encalhadas na costa uruguaia, e apresentavam sinais de desnutrição.

"Elas comem sacos plásticos, que destroem o intestino e elas acabam ficando doentes e não comem mais", contou à AFP a veterinária da ONG, Virginia Ferrando.

Em 2014, a Karumbé registrou 60 tartarugas verdes mortas em decorrência da poluição.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade