PUBLICIDADE

Programa Biota vai priorizar educação ambiental

3 dez 2012 10h04
| atualizado às 10h12
Publicidade

A partir de 2013, o Programa de Pesquisas em Caracterização, Conservação, Restauração e Uso Sustentável da Biodiversidade do Estado de São Paulo (Biota-Fapesp) terá como prioridade a comunicação com o público fora do meio científico, especialmente professores e estudantes dos ensinos médio e fundamental.


Entre as iniciativas previstas para o próximo ano está um ciclo de conferências gratuitas voltadas a professores e estudantes do ensino médio. "Desde que foi renovado o apoio da Fapesp ao programa, em 2009, a questão da educação se tornou prioridade em nosso plano estratégico", afirma o professor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e coordenador do Biota, Carlos Alfredo Joly.


Pela programação serão nove conferências que, além de apresentar conceitos e valores relativos à área de biodiversidade, abordarão de forma aprofundada cada um dos biomas brasileiros.


"Vamos apresentar o estado da arte sobre biodiversidade em linguagem acessível a um público heterogêneo", explica a professora do Instituto de Química da Universidade Estadual Paulista (Unesp) em Araraquara e membro da coordenação do programa Vanderlan da Silva Bolzani.


Fonte: DiárioNet DiárioNet
Publicidade