PUBLICIDADE

Especialistas avaliam valor econômico de grupo de plantas

7 dez 2011 17h17
| atualizado às 19h38
Publicidade
Jenifer Rosa
Direto de São Paulo

Plantas como girassol, alcachofra, chicória podem agregar valor econômico em áreas tão diversas quanto a agricultura e a medicina. Esse é o tema de pesquisa feita sobre o grupo de plantas conhecido como Compositae.

Girassol: planta faz parte do grupo Compositae
Girassol: planta faz parte do grupo Compositae
Foto: Divulgação

Este grupo é considerado o maior do mundo, com mais de 25 mil espécies espalhadas pelo globo, fez parte do encontro realizado na Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), o South American Compositae Meeting.


Segundo o botânico e organizador do evento, José Rubens Pirani, a pesquisa deste grupo de plantas é importante para mostrar o quanto elas são valiosas para humanidade. "Este grupo de plantas é muito importante para manter o equilíbrio do ecossistema, ainda mais com a possibilidade dos biomas desaparecerem, não só pela interferência dos homens, mas pelas mudanças climáticas."


O Compositae é especial por contar com substâncias químicas que lhe dá resistência contra patógenos e herbívoros e é fundamental para integração da biologia de insetos e plantas. "As abelhas se alimentam de plantas que estão neste grupo, se ele não é conservado, há declínio na polinização. Para substituir a tarefa de polinização das abelhas por maquinários o é capital muito alto e isto pode levar a um declínio na produção agrícola." - diz o professor da Universidade Estadual de Campinas, Thomas M. Lewinsohn.


Durante o evento também foi destacada a produção cientifica nesta área, reunindo informações de campo de diversos estudiosos, desde botânicos à químicos, que apresentaram pesquisas, espécies diferentes e onde encontrá-las. "Conhecer o Compositae é fundamental se você quer compreender a biodiversidade da Terra", diz Lewinsohn.


Fonte: DiárioNet DiárioNet
Publicidade