0

Cresce consumo per capita de recursos naturais, segundo WWF

16 mai 2012
09h00

O mundo consome 50% mais recursos naturais do que o planeta é capaz de repor e o Brasil está acima da média mundial na relação entre a demanda e a capacidade de regeneração do planeta. As informações fazem parte do Relatório Planeta Vivo, que acaba de ser divulgado pela organização ambiental WWF.


De acordo com o estudo do WWF, a forte pressão sobre o meio ambiente está sendo provocada pelo aumento da população e o consumo excessivo. O texto informa que todas as economias emergentes do Brics - Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul - aumentaram o consumo per capita de recursos naturais.


A elevação ficou em 65% nos últimos 50 anos. No caso brasileiro, a agricultura e a pecuária são as atividades que respondem por dois terços do consumo medido, seguidas pela pesca, emissão de carbono, uso florestal e áreas construídas em cidades.


"Temos a maior área para pecuária e uma das menos produtivas. Enquanto a pegada ecológica (índice de consumo) da atividade no Brasil tem taxa de 0,95, na Argentina, o índice é 0,62 e a média mundial, 0,21. Na agricultura, o problema está voltado para outras questões, como o grande volume de consumo de água nas lavouras", explica a secretária-geral da WWF-Brasil, Maria Cecília Wey de Brito.


O Relatório Planeta Vivo mediu as mudanças dos ecossistemas em 9 mil populações. Segundo o documento, a biodiversidade continua apresentando declínio. Países de maior renda, como Catar, Kwait, Emirados Árabes e Estados Unidos, consomem, em média, três vezes mais recursos naturais do que os de menor renda. Apesar disso, é nos países de renda mais baixa que o declínio da biodiversidade é maior. "O que demonstra como as nações mais pobres e mais vulneráveis subsidiam o estilo de vida dos mais ricos", destaca o relatório.


Fonte: DiárioNet DiárioNet
publicidade