publicidade
07 de abril de 2013 • 14h43 • atualizado às 14h52

Após vazamento de óleo, três praias de SP estão impróprias para banho

Orientação é que banhistas evitem as praias de Cigarras, Arrastão e Pontal da Cruz; ainda não se conhece o volume total de óleo vazado

Trabalhos de contenção realizados nas praias da região central da cidade na manhã deste sábado
Foto: Prefeitura de São Sebastião / Divulgação
 

Um vazamento de óleo ocorrido na sexta-feira no terminal de uma subsidiária da Petrobras em São Sebastião alterou o índice de balneabilidade das praias de Cigarras, Arrastão e Pontal da Cruz, que passaram de "próprias" para "impróprias para banho" segundo determinação da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb).

Segundo o órgão, o óleo atingiu a areia das praias e a orientação é que os banhistas evitem estes locais. Uma equipe de 300 pessoas está envolvida nos trabalhos de limpeza. O foco é a Praia das Cigarras, cujos costões rochosos foram atingidos pelo produto liberado na água. A mancha de óleo também atingiu a Praia Deserta, que não é monitorada pela Cetesb.

O acidente ocorreu às 17h30 da última sexta no terminal da Transpetro, subsidiária da Petrobras, durante o abastecimento de um navio estacionado no píer. Ainda não se sabe quanto vazou do óleo, de consistência densa, conhecido como Marine Fuel 380. Barreiras flutuantes e de absorção estão sendo usadas na área para ajudar a conter o alastramento do produto, usado como combustível de navios.

Terra