0

Novo material que "vê" através de paredes pode substituir raio x

23 mai 2010
11h47

Cientistas criaram um novo tipo de material que pode levar a uma nova geração de câmeras que podem ver através de paredes e roupas. Chamado de metamaterial, ele pode emitir radiação terahertz - luz com energia entre as ondas infravermelhas e as microondas. As informações são do Live Science.

Novo material, aliado à tipo específico de ondas, pode substituir o raio x
Novo material, aliado à tipo específico de ondas, pode substituir o raio x
Foto: Getty Images

As ondas terahertz são essencialmente um baixo nível de calor criado por movimento molecular, mas são pouco exploradas por serem de difícil detecção. "Terahertz podem fazer coisas como ver através de cartões, isopor ou roupas e é comparável apenas ao infravermelho ou microondas", diz o pesquisador Richard Averitt.

Quando estimuladas pela radiação terahertz, muitas moléculas absorvem e retornam a energia, criando um espectro que serve como uma impressão digital que os pesquisadores podem utilizar para identificá-las. Se os cientistas conseguirem achar uma forma que fazer essas ondas entrarem e saírem de um pacote, por exemplo, eles podem "ver" o que tem dentro, diz Averitt.

"Não há nenhuma maneira de fazer isso agora. Este é provavelmente o grande desafio do terahertz e o que o torna tão único", diz o cientista. Alguns equipamentos de aeroportos usam frequências abaixo do alcance do terahertz, mas este teria maior capacidade espacial e reconheceria assinaturas químicas não presentes em baixas frequências, como explosivos, cocaína, sacarina e até água.

As ondas terahertz poderiam também ter uso medicinal, pois poderiam detectar tumores e proteínas sem o poder destrutivo e ionizante dos raios x.

Apesar do amplo potencial, as ondas terahertz ainda são quase impossíveis de detectar - em baixa frequência são obscurecidas por sensores termais e em alta frequência sua detecção pode ser atrapalhada por antenas convencionais. Aí é que entram os metamateriais, substâncias que podem influir na luz de maneiras não possíveis na natureza e facilitam o trabalho da radiação terahertz. Esse metamaterial pode agir inclusive como lentes, com diferentes focos, intensidades e fases de luz, além de registrar a imagem em diferentes ângulos.

Fonte: Redação Terra
publicidade