0

Nobel, médico do 1º transplante bem-sucedido morre nos EUA

27 nov 2012
07h41
atualizado às 10h03

O médico Joseph Murray, que ganhou o prêmio Nobel por realizar o primeiro transplante de órgãos bem-sucedido, morreu na noite de segunda-feira aos 93 anos, informou o jornal Boston Globe. Depois de sofrer um derrame cerebral na quinta-feira, Murray faleceu no Brigham and Women's Hospital de Boston, onde havia realizado o histórico transplante de rim no dia 23 de dezembro de 1954, indicou o jornal.

Murray ganhou o Nobel de Medicina em 1990
Murray ganhou o Nobel de Medicina em 1990
Foto: AP

O hospital não confirmou o falecimento imediatamente. Nascido no dia 1º de abril em Milford, Massachusetts, Murray manifestou seu interesse na incipiente ciência dos transplantes nos três anos em que permaneceu na ala de cirurgia de um hospital do exército na Pensilvânia, durante a Segunda Guerra Mundial.

Em 1954, realizou a histórica operação ao transplantar um rim de Ronald Herrick para seu irmão gêmeo Richard, estendendo sua vida por oito anos.Nos anos 1960, Murray ajudou a desenvolver o remédio Imuran, que afetava o sistema imunológico de forma a permitir que os pacientes tolerassem os transplantes de doadores não relacionados.

Ganhou o prêmio Nobel de Medicina em 1990, junto com E. Donnall Thomas, pioneiro em transplantes de medula óssea. Murray depois se focou na cirurgia plástica, especificamente na reparação de defeitos faciais em crianças. Liderou o departamento de cirurgia plástica do hospital Brigham por quase quatro décadas e esta divisão do Children's Hospital Medical Center de 1972 a 1985, de acordo com o jornal.

"Minha vida como cientista-cirurgião, combinando a humanidade e a ciência, foi fantasticamente gratificante", escreveu Murray na autobiografia do Nobel. Murray deixa esposa, três filhos, três filhas e 18 netos, indica o jornal.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade