0

Neandertais já usariam penas como ornamento há 44 mil anos

21 fev 2011
20h07

Arqueólogos da Universidade de Ferrara, na Itália, afirmam ter descobertos indícios de que os neandertais já utilizavam penas para se enfeitar há 44 mil anos. A pesquisa aumenta o debate sobre o quão distantes eram os neandertais do Homo sapiens. As informações são do site da revista New Scientist.

Unidade completa de produção de vinho de 6,1 mil anos atrás foi descoberta numa caverna na Armênia. Entre os objetos descobertos, estavam sementes de uva, restos de grãos prensados e uma taça e uma caneca para bebê-lo
Unidade completa de produção de vinho de 6,1 mil anos atrás foi descoberta numa caverna na Armênia. Entre os objetos descobertos, estavam sementes de uva, restos de grãos prensados e uma taça e uma caneca para bebê-lo
Foto: Reuters

O arqueólogo Marco Peresani e sua equipe investigaram 660 ossos de aves encontrados com ossadas de neandertais na caverna Fumane, norte do país. Muitos dos ossos estavam cortados e raspados onde as penas de voo estavam presas, o que sugere que as penas eram sistematicamente removidas.

Assim como acredita-se que os neandertais usavam conchas como enfeite, Peresani pensa que as penas também poderiam ser ornamentos. Segundo o pesquisador, muitas das espécies encontradas era uma fonte pobre de alimentação e afirma que a adição de penas às flechas só foi ocorrer bem depois, o que descarta essas possibilidades.

João Zilhão da Universidade de Barcelona, na Espanha, afirma à reportagem que a pesquisa reforça as evidências de que os neandertais eram tão aculturados quando o Homo sapiens.

Fonte: Terra
publicidade