1 evento ao vivo

Mais de 2 mil cubanos recebem vacina terapêutica contra câncer

6 dez 2011
15h02
atualizado às 15h49

Mais de 2 mil pessoas receberam a vacina terapêutica CIMAVax-EGF contra o câncer de pulmão, criada em Cuba, que planeja usar o mesmo princípio para o câncer de próstata, informou nesta terça-feira a imprensa cubana.

Segundo autoridades de saúde citadas nesta terça-feira pela imprensa oficial, a vacina "é um tratamento seguro contra o câncer, com poucos efeitos adversos e aumenta a expectativa e qualidade de vida" do paciente.

Gisela González, doutora em Ciências Biológicas e pioneira do projeto, anunciou, em declarações à agência AIN, que está trabalhando com testes clínicos para aplicar a vacina contra o câncer de próstata, que deve começar a ser utilizada em 2012.

A CIMAVax-EGF está registrada em Cuba e no Peru, em trâmite de inscrição no Brasil, Argentina e Colômbia, entre outros países, e tem direito de patente em quase todo o mundo. Recentemente foi divulgado em Cuba que o Reino Unido aplicará nas próximas semanas um teste clínico dessa vacina terapêutica, que foi elaborada após 15 anos de pesquisa por cientistas do Centro de Imunologia Molecular (CIM) de Cuba.

Os cientistas consideram que o mesmo princípio da vacina poderia ser usado no tratamento de outros tipos de câncer. A vacina não previne a doença, mas permite controlar o câncer em estágio avançado ao gerar anticorpos contra as proteínas que causam o descontrole nos processos de multiplicação celular.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o câncer é a primeira causa das mortes em todo o mundo, e o pulmonar é um dos de maior incidência. Em 2010, Cuba registrou mais de 22 mil mortes por tumores cancerígenos, indicam dados oficiais.

Com o avanço da Ciência, pessoas que tiveram o rosto deformado recomeçam suas vidas com transplantes totais ou parciais da face. Relembre os casos mais conhecidos
Com o avanço da Ciência, pessoas que tiveram o rosto deformado recomeçam suas vidas com transplantes totais ou parciais da face. Relembre os casos mais conhecidos
Foto: Terra
EFE   
publicidade