0

Fóssil de coelho gigante é descoberto na Espanha

25 mar 2011
11h19
atualizado às 13h14

Pesquisadores do Instituto Catalão de Paleontologia (ICP, na sigla em espanhol) descobriram fósseis de um coelho gigante na ilha de Minorca, na Espanha. A descoberta foi publicada nesta quarta-feira na revista Journal of Vertebrate Paleontology. O coelho, de nome científico Nuralagus rex, viveu há cerca de 5 milhões de anos e pesava entre 12 e 15 kg, cerca de 10 vezes o peso de um coelho nos dias de hoje.

O Nuralagus rex  pesava cerca de 10 vezes o peso de um coelho nos dias de hoje
O Nuralagus rex pesava cerca de 10 vezes o peso de um coelho nos dias de hoje
Foto: Instituto Catalão de Paleontologia / Divulgação

A pesquisa indica que o mais curioso deste coelho gigante é o fato de ele não poder pular e se mover com as mãos e os pés colocados ao chão - característica de animais como ursos e capivaras. O estudo aponta que a existência deste mamífero roedor pode ser entendida pelo motivo de o ecossistema da ilha de Minorca não ter predadores para esta espécie.

"A pressão seletiva sobre os ecossistemas insulares gera a limitação de recursos, o que implica a ausência de predadores. Não podemos comparar com o que acontece hoje, porque a atividade humana levou à introdução de novas espécies e à caça", disse Meike Köhler, co-autora do artigo e chefe do grupo de pesquisa de Paleontologia do ICP.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade