PUBLICIDADE

Estudo: humanos já tinham dieta diversificada há 30 mil anos

19 out 2010 10h26
| atualizado às 10h38
Publicidade

Grupo de cientistas da Itália, Rússia e República Tcheca descobriram grãos de amido em pedras de cerca de 30 mil anos. Isso permite concluir, junto aos padrões de desgaste das amostras, que as pedras foram utilizadas para amassar raízes e grãos, de modo similar ao a produção de farinha. Portanto, a dieta dos humanos há 30 mil anos não era baseada apenas em carne, sendo mais diversificada. As informações são da Agência Fapesp.

Era pensado que a dieta dos humanos no período - o Paleolítico europeu, que começou com a introdução de ferramentas de pedras por hominídeos, há 2,5 mi de anos e terminou há aproximadamente 12 mil anos, com o início da agricultura - tivesse sido baseada em proteína e gordura animal, com raras evidências de consumo de plantas.

Segundo Anna Revedin, do Instituto Italiano de Pré-História, os resíduos de vegetais nas pedras parecem ser principalmente de plantas ricas em carboidrato e energia. A descoberta, segundo os cientistas, indica que o processamento de alimentos e a produção de farinhas eram comuns na Europa no período.

O estudo será publicado esta semana no site da revista Proceedings of the National Academy of Sciences.

Fonte: Redação Terra
Publicidade