1 evento ao vivo

Estudo: abelhas resolvem problema melhor que supercomputadores

26 out 2010
17h13
  • separator

Pesquisadores da Universidade de Londres afirmam ter descoberto que as abelhas são capazes de resolver complexos problemas matemáticos que computadores podem levar dias calculando.

Dois wolphins (do inglês <i>whale</i> e <i>dolphin</i>) brincam em parque no Havaí
Dois wolphins (do inglês whale e dolphin) brincam em parque no Havaí
Foto: Reuters

De acordo com publicação da universidade, as abelhas conseguem encontrar o caminho mais curto entre flores, mesmo que elas não estejam ordenadas. Elas são capazes de resolver o Problema do Caixeiro Viajante, que propõe a descoberta do menor caminho que o viajante deve fazer para que visite uma série de cidades, sempre retornando à sua cidade inicial. O problema tem alta complexidade e o esforço computacional cresce exponencialmente com o tamanho do problema, ou seja, o número de cidades - neste caso, flores.

Segundo o professor Lars Chittka, da Escola de Ciências Biológicas e Químicas, as abelhas precisam fazer isso constantemente, ou seja, sempre calcular a menor distância entre flores para otimizar sua busca por néctar, encontrando seu caminho de volta para a colmeia. "Isso não é nada trivial, principalmente se você tem o cérebro do tamanho da cabeça de um alfinete", comenta o pesquisador. Chittka destaca que para resolver o mesmo tipo de problema, computadores podem levar dias.

Utilizando flores artificiais controladas por computador, a equipe testou se as abelhas seguiriam rotas quaisquer entre elas, mas, em pouco tempo, os animais descobriram a rota mais curta.

Os cientistas esperam que o entendimento de como um cérebro tão pequeno consegue realizar cálculos tão complexos possa ajudar no desenvolvimento de redes e sistemas de comunicação mais modernos e eficientes, sem que sejam necessários supercomputadores.

O site PopSci lembra ainda que as abelhas possuem outras capacidades muito interessantes, como o reconhecimento de rostos humanos e o monitoramento da qualidade do ar.

Veja também:

Investidores internacionais pedem resultados contra desmatamento
Geek
publicidade