0

Acelerador de partículas atinge maior temperatura já registrada

8 nov 2010
13h08
atualizado em 12/11/2010 às 16h16
  • separator
  • comentários

O Grande Colisor de Hádrons (LHC, na sigla em inglês), maior acelerador de partículas do mundo, vê as maiores temperaturas já produzidas por um experimento científico, graças a uma agitação que lembra "mini big bangs". Por causa desses fenômenos, o colisor está alcançando a temperatura de 10 trilhões de °C. As informações são do site da revista New Scientist .

Imagem gerada por computador reproduz como foram colisões
Imagem gerada por computador reproduz como foram colisões
Foto: ALICE/CERN / Divulgação

No dia 7 de novembro, o LHC começou a colidir átomos pesados (de chumbo), em vez da usual colisão entre prótons, o que causou a produção dos "mini big bangs". Nesta temperatura, o núcleo dos átomos derrete em uma mistura de quarks e glúons, conhecida por plasma de quark e glúon.

A formação desse plasma é fundamental para o sucesso da teoria da cromodinâmica quântica (QCD, na sigla em inglês), que explica que, enquanto pesquisamos o passado cada vez mais antigo da história do universo, a força das interações cai para quase zero.

Em outras palavras, o plasma resultante permitirá aos cientistas estudarem o universo da forma em que era aproximadamente um milionésimo de segundo após o big bang.

Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade