0

Os grandes recordes de velocidade

15 dez 2012
14h58
atualizado às 15h35
  • separator

No Futurando desta semana você confere que cientistas simularam uma viagem na velocidade da luz. Mas enquanto não se viaja a 300 mil quilômetros por segundo, quais seriam as maiores velocidades já alcançadas pelo homem?

A velocidade da luz, por definição, é de 299.792.458 metros por segundo. Sendo assim, a luz do Sol demora pouco mais de oito minutos para percorrer os cerca de 150 milhões de quilômetros que o separam da Terra. Os números são astronômicos e, pelo menos por enquanto, fisicamente impossíveis de se atingir.

Apesar de ainda não ter conseguido alcançar a velocidade da luz, o homem já ultrapassou a velocidade do som, que é de 340,29 metros por segundo. Ou seja, no nível do mar e em condição atmosférica padrão ela corresponde a 1.226 quilômetros por hora.

O piloto norte-americano Chuck Yeager foi o primeiro homem a quebrar a barreira do som. Em 14 de outubro de 1947, pilotando o protótipo de caça experimental Bell X-1, da Força Aérea dos Estados Unidos, ele ultrapassou essa velocidade, rompendo o Mach 1 (medida de velocidade) com um avião.

Com o desenvolvimento da tecnologia e de novos motores, em 15 de outubro de 1997, o piloto da Real Força Aérea, Andy Green, conduziu um veículo com dois motores a jato – o Thust SSC – e conseguiu atingir a velocidade de 1.227,98 km/h. Foi a primeira vez que um veículo rompeu a barreira do som.

Recentemente, no dia 14 de outubro de 2012, o paraquedista austríaco Felix Baumgartner, de 43 anos, saltou de um balão na estratosfera, a 39 quilômetros de altura.

A Federação Aeronáutica Internacional confirmou que, durante a queda livre, Baumgartner atingiu uma velocidade de 1.342 km/h, ou seja, 1,24 vezes a velocidade do som. Isso fez dele a primeira pessoa a quebrar a barreira do som sem usar uma aeronave.

Veja também:

Como usar uma máscara facial corretamente
Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.
publicidade